Biblioteconomia

Card Set Information

Author:
salenka
ID:
131164
Filename:
Biblioteconomia
Updated:
2014-01-24 13:02:02
Tags:
biblioteconomia
Folders:

Description:
Tópicos em biblioteconomia
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user salenka on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. Reprografia é o departamento, meio ou conjunto de processos de reprodução de documentos, como por exemplo:
    fotocópia, heliografia, xerografia, micro-filmagem, etc.
  2. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Literatura cinzenta (subterrânea, não-convencional)
    Documentos não-publicados, não comercializados.
  3. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Ata
    Edições preliminares ou relatórios das comunicações científicas apresentadas a um congresso.
  4. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Almanaque
    Nome de alguns anuários ou publicações que têm por base um calendário.
  5. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Anuário
    Antologia anual com informações que variam de um ano para o outro.
  6. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Arquivo
    Conjunto de documentos, com datas de publicações, forma e suporte material diversos, elaborados e recebidos por uma pessoa, ou por um organismo público ou privado, em função de sua atividade, organizados e conservados de forma permanente em consequencia de uma determinada atividade. (AFNOR)
  7. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Atlas
    Conjunto de mapas geográficos, de quadros ou de planos.
  8. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Coleção
    Agrupamento de unidades bibliográficas reunidas sob um titulo em comum e com duração, em princípio, limitada. (AFNOR)
  9. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Documento
    Conjunto de suporte de informação e dos dados nele registrados, que podem servir para consulta, estudo ou prova. (AFNOR)
  10. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Estampa
    Ilustração de uma obra que se encontra independente do texto e não-paginada.
  11. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Folheto
    Documento, com até 48 páginas, que constitui uma unidade bibliográfica. (AFNOR)
  12. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Monografia
    Obra em um ou vários volumes que aparecem ao mesmo tempo ou em um período de tempo predeterminado de acordo com um plano que forma uma unidade.
  13. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Patente
    Título de propriedade industrial, identificado por um número oficial que protege, durante certo tempo, uma invenção descrita nos seus detalhes, na medida das reivindicações que apresenta. (AFNOR)
  14. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Preprint
    Cópia de uma comunicação editada antes da publicação definitiva do conjunto e distribuída em número limitado.
  15. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Periódico
    Publicação, em princípio de múltipla autoria, que tem em alguns países um título legal, aparecendo a intervalos regulares, delimitados anteriormente, e cujos fascículos trazem geralmente um sumário e se encadeiam de forma cronológica e em numérica durante um período de tempo não delimitado.
  16. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Recensão
    • 1) Relação , exposição ou relatório sobre um acontecimento;
    • 2) Análise crítica de uma obra.
  17. DOCUMENTOS - TIPOLOGIA

    Spécime
    Exemplar, fascículo ou folheto publicitário.
  18. Sigla

    AFNOR
    Association Française de Normalization (Associação Francesa de Normalização)
  19. Sigla


    ALA
    American Library Association (Associação Americada de Bibliotecas)
  20. Sigla

    IFLA
    International Federation of Library Associations and Institutions (Federação International de Associação de Bibliotecários e Bibliotecas)
  21. Sigla

    FID
    Federação Internacional de Documentação
  22. Sigla

    OCLC
    Ohio College Library Center
  23. Sigla

    OCR
    Optical Character Recognition (Reconhecimento Ótico de Caracteres)
  24. Sigla

    OPAC
    Online Public Access Catalogue (Catálogo de Acesso Público Online)
  25. Obras de referência
    Documentos secundários, produzidos a partir dos documentos originais ou primários.

    Ex.: Bibliografias, Enciclopédias, Dicionários
  26. Bibliografia nacional
    Lista das publicações textuais e não-textuais produzidas em um país e submetidas em geral ao depósito legal.
  27. Bibliografias sinaléticas e analíticas
    Bibliografias sinaléticas apresentam apenas a descrição bibliográfica dos documentos citados.

    Bibliografias analíticas ou anotadas acrescentam a essa descrição uma análise ou um resumo do documento.
  28. Catálogos
    Os catálogos são listas de todos os documentos conservados em unidades de informação. Os catálogos indicam a localização dos documentos citados. As bibliografias não trazem este tipo de indicação.
  29. National Union Catalogue
    Lista cumulativa das fichas da Library of Congress e de outras bibliotecas dos Estados Unidos.
  30. Glossários
    Nomenclaturas
    Léxicos (vocabulários)
    Tesauros
    Glossários relação de palavras ou expressões técnicas de uso restrito ou de sentido obscuro, acompanhadas das definições.

    Nomenclaturas são um conjunto ordenado de nomes de uma determinada especialidade.

    Léxicos (ou vocabulários) são dicionários que cobre um domínio limitado e trazem uma explicação dos termos repertoriados.

    Tesauros são ferramentas linguísticas utilizadas nos serviços de informação para reduzir a polissemia da linguagem natural.
  31. Inventário
    É a operação que consiste em verificar a localização dos documentos, controlar os documentos que faltam e certificar-se de seu estado de conservação. Deve ser feito anualmente com o auxílio do livro de registro ou do catálogo topográfico, de acordo com o arranjo na estante.
  32. Agentes físicos, químicos e biológicos e humanos de deteriorização
    • Agentes físicos
    • - Tempo
    • - Temperatura
    • - Variações climáticas
    • - Umidade
    • - Falta de aeração e ventilação (as correntes de ar devem ser evitadas)
    • - Luminosidade excessiva
    • - Perturbações magnéticas (para suportes magnéticos)

    • Agentes químicos
    • - Ácido da celulose (para papel)

    • Agentes biológicos
    • - Parasitas do papel
    • - Roedores
    • Agentes humanos
    • - Manipulação
    • - Circulação
  33. Sigla

    ISBD(M)
    International Standard Bibliographic Description (Monographs)
  34. Sigla

    ISBD(CR)
    International Standard Bibliographic Description (Continuing Resourses*)

    *former ISBD(S) "serials"
  35. Sigla

    ISBD(NBM)
    International Standard Bibliographic Description (Non-book Material)
  36. Sigla

    ISBD(CM)
    International Standard Bibliographic Description (Cartographic Material)
  37. Sigla

    ISBD(Music)
    International Standard Bibliographic Description (partituras musicais)
  38. Sigla

    ISBD(A)
    International Standard Bibliographic Description (livros antigos)
  39. ISBD
    International Standard Bibliographic Description, elaborado pela IFLA, são conjuntos de regras de apresentação de dados bibliográficos e de sinais de pontuação que têm como objetivo identificar esses dados. A aplicação dessas normas deve permitir o controlo bibliográfico universal (CBU).
  40. Sigla

    Icirepat
    International Cooperation in Information Retrieval among Examining Patent Offices - código internacional para identificação de patentes
  41. Sigla

    CC
    Colon Classification (Classificação de Dois Pontos)
  42. Catálogo Topográfico
    Organiza as fichas pela ordem de armazenamento dos documentos nas estantes, i.e., pelo seu número de chamada. Ele é indispensável para fazer o inventário; como cada ficha corresponde a um documento, é fácil verificar se esse documento encontra-se no lugar.
  43. Qual a lei federal sancionada em 2010 que obriga todas as instituições de ensino disponibilizar bibliotecas? Qual o prazo definido para que isso aconteça?
    • Lei nº 12.244.
    • Até 2020.
  44. Sigla

    ISAAR(CPF)
    Norma Internacional de Registro de Autoridade Arquivística para Entidades Coletivas, Pessoas e Famílias.
  45. Sigla

    ISAD(G)
    Norma Geral Internacional de Descrição Arquivística
  46. Sigla

    EAC
    Encoded Archival Context

    Linguagem informática estruturada com base em XML, para compartilhar dados descritivos sobre entidades de proveniência arquivística.

    Foi elaborado em conformidade com a norma ISAAR(CPF).
  47. Sigla

    RDF
    Resource Description Framework

    The structural constraints RDF imposes to support the consistent encoding and exchange of standardized metadata provides for the interchangeability of separate packages of metadata defined by different resource description communities. RDF uses XML (eXtensible Markup Language) as a common syntax for the exchange and processing of metadata.
  48. O que apresentam dissertações e teses?
    Que requerimento a mais uma tese (doutorado) exige em comparação com uma dissertação (mestrado)?
    Dissertações e teses apresentam o resultado de um trabalho experimental ou exposição de um estudo científico.

    Um tese deve ser elaborada com base em investigação original, representando real contribuição para a especialidade em questão.

    ABNT NBR 14724
  49. Qual a diferença entre anexo e apêndice?
    • Anexos não foram elaborados pelo autor.
    • Apêndices foram elaborados pelo autor, para complementar a argumentação, sem prejuízo da unidade nuclear do trabalho.

    ABNT NBR 14724
  50. Sigla

    DOI
    Identificador do Objeto Digital

    Um identificador persistente da internet.
  51. O que é um RECURSO INTEGRADOR?
    Trata-se de uma publicação finita ou sem conclusão pré-determinada, à qual se adiciona conteúdo ou sofre alterações por meio de atualizações.

    Ex.: folhas soltas e sites da web.
  52. Para Fujita, quais são as duas partes que compôem uma linguagem documentária?
    Linguagem Documentária é formada de vocabulário e sintaxe.

    O vocabulário se refere à relação dos descritores usados para a identificação do conteúdo de um documento e a sintaxe se refere às regras utilizadas para a combinação dos descritores usados para a identificação do conteúdo de um documento.

    FUJITA, Mariângela Spotti Lopes, CESSEL, Vera Lúcia. Avaliação de linguagens documentárias para controle terminológico em áreas especializadas. Apresentado em: Simpósios de RITerm, 7,Lisboa, 2000. Disponível em: <www.riterm.net/actes/7simposio/fujita.htm>. Acesso em: 29 set.2008.
  53. Qual a diferença entre aquisição cooperativa e aquisição planificada?
    Aquisição cooperativa consiste na organização e coordenação das aquisições, envolvendo duas ou mais bibliotecas;

    Aquisição planificada ocorre no âmbito de uma única biblioteca e tem como base um planejamento de aquisições elaborado anualmente.
  54. Quando uma entrada se dá pelo nome da entidade?
    Caso uma obra ou coletânea de obras que seja editada por uma entidade ou nela tenha tido origem trate da natureza administrativa, da política interna, dos procedimentos, das finanças ou das operações dessa entidade, sua entrada deve ser realizada pela própria entidade.
  55. Em unidades de informação, o planejamento da previsão orçamentária para aquisição de materiais de informação deve corresponder a que outro cronograma?
    Cronograma de desembolso de recursos financeiros.
  56. Qual a função dos qualificadores usados nos vocabulários controlados?
    Qualificadores especificam o domínio ou campo ao qual um termo do vocabulário controlado pertence.
  57. Quais os principais padrões para descrição de documentos e intercâmbio de dados a atualidade?
    Os padrões mais importantes atualmente são o formato MARC e o protocolo Z39.50.

    Eles tratam de CAMPOS de dados - e não da forma como esses campos são preenchidos.
  58. Os softwares desenhados exclusivamente para gerir processos e sistemas específicos, como sistemas de contabilidade, de folhas de pagamento, de controle de estoque, de controle de circulação em bibliotecas e de processamento de textos, são chamados de PROGRAMAS...
    ...APLICATIVOS
  59. O critério conhecido como fator de impacto, que apóia a decisão de aquisição ou cancelamento de títulos de periódicos de uma coleção, refere-se ao...
    ...número de citações recebidas por um periódico em relação ao número de artigos publicados por esse periódico.
  60. Sigla

    OAIS
    Open Archival Information System: um modelo conceitual (ou padrão) que pretende se tornar um referencial para iniciativas de preservação digital.

    http://www.scielo.br/pdf/pci/v11n2/v11n2a08.pdf
  61. Do que trata o Livro Verde da Sociedade da Informação no Brasil?
    O Livro Verde trata da necessidade de facilitar o acesso, pela internet, aos acervos culturais nacionais. E estabelece normas técnicas para o tratamento de conteúdos para melhor armazenamento e recuperação de informações.
  62. Requisitos essenciais para a preservação digital, segundo a OAIS (Open Archival Information System):
    • Fixar limites do objeto a ser preservado;
    • Preservar a parte física do digital - séries de zeros e um;
    • Preservar o conteúdo em seu nível mais baixo (ex. texto puro, sem layout);
    • Preservar a apresentação visual (como registrados em SGMLs e PDFs);
    • Preservar as funcionalidades dos componentes multimídia (animações, hiperlinks. barras de rolagem...);
    • Preservar a autenticidade;Localizar e rastrear o objeto digital (que depois de criado pode mudar de endereço);
    • Preservar a proveniência (ajudando a garantir autenticidade e integridade);
    • Preservar contexto - hardware, software, modos de distribuição e relacionamentos com outros objetos digitais.

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview