Urologia

Card Set Information

Author:
Dianaartemis
ID:
15039
Filename:
Urologia
Updated:
2010-04-20 22:04:01
Tags:
Calculos renais
Folders:

Description:
1 prova
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user Dianaartemis on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. Hiperoxalúria. > 40mg/dia.
    1. primária (não é compatível com a vida prolongada).

    2. intestinal (síndromes diarréicos impedem a quelação do oxalato pelo cálcio).

    3. dietética.

    Tratamento: citrato + evitar dieta pobre em cálcio.
  2. Hipercalciúria. > 4mg/kg/dia (250-300 mg/dl).
    Primária –metabolismo do cálcio

    • 1- absortiva,
    • 2- reabsortiva {hiperparatireoidismo},
    • 3- perda renal

    • Secundária – hipertireoidismo, intoxicação por
    • vitamina A e D, imobilização, sarcoidose e acromegalia.

    Idiopática – 10% (herança poligênica).



    1- Absortiva –

    • a) aumento do cálcio, diminuição do PTH,
    • diminuição da reabsorção e aumento do cálcio filtrado (não melhora com a dieta,
    • responde a tiazídicos).

    b) responde a dieta pobre em cálcio e NaCl.

    • c) fosfatúria e diminuição do P plasmático e
    • aumento da vitamina D, deve ser tratado com fosfatos.

    • 2- Reabsortiva (1-2%) relacionada com o HPT
    • primário e o tratamento é a ablação cirúrgica da glândula.

    • 3- Defeito renal – defeito da reabsorção do
    • cálcio que deve ser tratada com tiazídicos.
  3. Hipocitratúria. < 550 mg/dl em mulheres e < 450
    mg/dl em homens (diferença devido a maior massa muscular), < 220 mg/dl é
    considerada severa.
    • ATR
    • (acidose tubular renal), exercícios, proteína animal e tiazídicos --> acidose lática --> aumenta a reabsorção tubular e diminui a síntese de citratos. Aumenta cálcio livre e agregação dos núcleos.

    • Cálculos de cálcio – fator etiológico único
    • 10%, fator associado 50%.

    Tratamento: citrato de K 30-120 mEq/dia.
  4. Hiperuricosúria. > 750 mg/dia em mulheres e 800 mg/dia
    em homens.
    • Cerca de 10% responsável
    • pelos cálculos de ácido úrico e 13% dos cálculos de oxalato de cálcio.

    • Primária ou associada
    • à gota em 25-40%.

    • pH urinário ácido. (O
    • ácido úrico não é muito solúvel no pH ácido. )

    • Tratamento:
    • citrato + dieta e/ou alopurinol.
  5. Cistinúria
    • -
    • Distúrbio
    • autossômico recessivo do transporte dos aminoácidos.

    • -
    • 250
    • mg/dia. 1% dos cálculos.

    • -
    • Primeiro
    • episódio com 20 a 30 anos.

    • -
    • Diagnóstico:
    • cistinúria qualitativa / análise do cálculo.

    • -
    • Litotripsia
    • extracorpórea é pouco eficaz.

    • Tratamento:
    • hidratação + alcalinização urinária
    • (D penicilamina e Thiola {alfa-mercaptopropionilglicina}).
  6. Estruvita
    10 a 15% dos cálculos.

    • 3 vezes mais em
    • mulheres.

    Maior morbidade e mortalidade (sepsis).

    • Cálculos
    • coraliformes:

    • Infecção do trato
    • urinário – uréase à pH
    • alcalino à
    • cristalização do fosfato amoníaco magnesiano; à amônia + ácido úrico à urato-amônia.

    • Bactériaà nucleação heterogênea. O Proteus mirabilis é a bactéria que mais
    • produz urease.

    • Tratamento da infecção do trato urinário +
    • retirada de todo o cálculo (ácido aceto-hidroxâmico = lithostat, bloqueia a
    • urease).

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview