Cultura Organizacional

Card Set Information

Author:
neojr
ID:
260025
Filename:
Cultura Organizacional
Updated:
2014-02-03 16:41:35
Tags:
cultura organizacional
Folders:

Description:
1. CULTURA ORGANIZACIONAL
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user neojr on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. CULTURA ORGANIZACIONAL I
    • Organizações são agrupamentos de pessoas e de recursos realizando atividades a fim de alcançar objetivos comuns. Uma organização tem uma razão de ser, uma missão, e para que esta seja executada com mais eficiência é necessário que haja uma relação estável entre as estratégias, as decisões, as atividades e os recursos disponíveis.
    • Uma organização é o resultado de como seus membros pensam, sentem e agem.
  2. CULTURA ORGANIZACIONAL II
    Sabe-se que as atividades variam de uma organização para outra. Também é notório que há relações espontâneas que ocorrem em toda atividade humana, sem qualquer objetivo determinado, consciente ou preciso. O trabalho, por ser uma atividade tipicamente grupal, lida com duas faces das organizações: as relações informais inerentes a qualquer interação humana e a estrutura formal.
  3. CULTURA ORGANIZACIONAL III
    A partir dessa abordagem, pode-se concluir que cada organização é um sistema social complexo, com características próprias, únicas, que são aprendidas e compartilhadas por um grupo de pessoas. Isso é a Cultura Organizacional.
  4. CULTURA ORGANIZACIONAL IV
    Importante ressaltar que Cultura Organizacional é um conceito descritivo, ou seja, se refere à forma como os funcionários percebem as características da organização, e não ao fato de eles gostarem ou não delas. Isso diferencia o conceito de Cultura do conceito de Satisfação no trabalho (que é avaliativo).
  5. CULTURA ORGANIZACIONAL V
    • Objetivos;
    • Pessoas/Recursos, Materiais, Finanças, Instalações, Informações, Tempo etc;
    • Decisões/Atividades, Planejamento, Organização, Direção Comunicação,
    • Controle, Avaliação etc;
  6. Principais Definições (de 1960 a 1970)
    • Ligação do conceito de cultura com o processo de desenvolvimento organizacional;
    • Concepção do que são valores;
    • Cultura como instrumento de melhoria para as organizações;
    • Pouco interesse em tratar cultura como vantagem competitiva.
  7. Principais Definições (de 1980 a 1990)
    • Estabelecimento de valores, padrão de comportamento, ritos, mitos e redes de relacionamento complementares;
    •  A importância de se estudar a cultura organizacional era ligada à capacidade de conduzir a empresa para o sucesso.
  8. Principais Definições (de 1990 até hoje)
    • -Definição e inclusão do conceito de cultura organizacional como ativo intangível das organizações;
    •  -Mensuração da cultura e seu uso em um contexto de estratégia empresarial;
    •  -Associação de valores éticos nas organizações.
  9. Duas visões sobre a Cultura
    • É uma variável, algo que a organização tem.
    •  É uma metáfora, aquilo que a organização é.
  10. Edgar Schein é um dos autores mais bem conceituados na literatura de cultura organizacional. Ele acredita que a...
    "[…] cultura organizacional é o modelo de pressupostos básicos que um grupo assimilou na medida em que resolveu os seus problemas de adaptação externa e integração interna e que, por ter sido suficientemente eficaz, foi considerado válido e repassado (ensinado) aos demais (novos) membros como a maneira correta de perceber, pensar e sentir em relação àqueles problemas."
  11. Edgar Schein é um dos autores mais bem conceituados na literatura de cultura organizacional.
    • Ele sugere que a cultura serve para a sobrevivência da organização, uma vez que possibilita a adaptação ao meio ambiente estratégico e a coordenação das atividades internas. Se a adaptação for bem sucedida, a tendência será evoluir na mesma direção. Caso contrário, a tendência será a correção para outra direção.
    •  É necessário, portanto, avaliar se os paradigmas culturais de uma organização apoiam ou impedem os seus objetivos e estratégias.
  12. Geert Hofstede, outro autor de destaque, conclui que a cultura organizacional
    "[...] pode ser definida como a programação coletiva da mente que distingue os membros de uma organização dos de outra".
  13. Para Geert Hofstede a cultura organizacional é
    • Holística: uma visão do todo - o todo é mais do que a simples soma das partes, pois a cultura é um conjunto riquíssimo, fruto das relações, conhecimentos, experiências etc. das pessoas da organização;
    •  Determinada historicamente: reflete a história da organização, desde seus fundadores até os dias atuais;
    •  Relacionada com os estudos de antropólogos: heróis, rituais e símbolos coletivos;
    •  Construída socialmente: criada e preservada pelas pessoas que em grupo formam a organização;
    •  Difícil de mudar: embora não haja acordo sobre o grau de dificuldade.
  14. Outros autores trazem as seguintes definições sobre a Cultura Organizacional I:
    A cultura, tanto na sociedade quanto na organização, é composta de três dimensões interdependentes: a material, a psicossocial e a ideológica.
  15. Outros autores trazem as seguintes definições sobre a Cultura Organizacional II:
    Padrão de crenças e valores compartilhados que ajuda os indivíduos a compreender o funcionamento organizacional e, além disso, proporciona aos mesmos normas de comportamento a serem seguidas dentro da organização.
  16. Outros autores trazem as seguintes definições sobre a Cultura Organizacional III:
    Conjunto de hábitos, crenças, símbolos, tradições, interações e relacionamentos sociais, estabelecidos através de normas, valores, atitudes e expectativas, compartilhadas por todos os membros da organização. Representa a maneira tradicional/costumeira de pensar e orienta o comportamento de seus membros.
  17. Outros autores trazem as seguintes definições sobre a Cultura Organizacional IV:
    Conjunto de fenômenos resultantes da ação humana, visualizada dentro das fronteiras de um sistema, sendo composta de três elementos: a tecnologia, os preceitos e o caráter.
  18. Conceito de Tecnologia
    Tecnologia é o conjunto de instrumentos e processos utilizados no trabalho organizacional, inclusive em suas relações com o ambiente externo, incluindo-se aí: máquinas, equipamentos, divisão de tarefas, estrutura de funções, leiaute, racionalização do trabalho, recursos materiais, cronogramas, redes de comunicações, linguagem etc.;
  19. Conceito de Preceitos
    Preceitos são o conjunto de regulamentos e valores, explícitos e implícitos, que regem a vida organizacional, incluindo-se aí: política administrativa, costumes sociais, estilos de gerência, rituais, cerimônias, tabus, tradições, dogmas, padrões de conduta esperada etc.;
  20. Conceito de Caráter
    Caráter é o conjunto das manifestações espontâneas dos indivíduos que compõem a organização: alegria, agressividade, medo, tensão, entusiasmo, carinho, apatia, etc.
  21. A cultura engloba
    Estabilidade Estrutural - para algo se tornar cultural, além de ser compartilhado com os integrantes do grupo, precisa ser reconhecido como estável.
  22. A cultura engloba II
    Profundidade - é a parte inconsciente para o grupo, sendo menos tangível e menos visível que outros aspectos desse grupo.
  23. A cultura engloba III
    Largura - é penetrante e influencia todos os aspectos de como a organização procede com suas atividades, seus vários ambientes e operações internas.
  24. A cultura engloba IV
    Padrão ou Integração - sugere que os rituais, o clima, os valores e os comportamentos formam um conjunto coerente; esse padrão ou integração é a essência da cultura.
  25. Análise da Cultura
    A cultura é algo presente na estrutura, nos processos e nas pessoas de uma organização, interferindo de forma determinante no seu desempenho. Tais características tornam a cultura muito difícil de sofrer mudanças - mas não é impossível mudá-la.
  26. Análise da Cultura II
    No processo de análise da cultura organizacional é importante destacar que nenhuma organização é igual à outra, ou seja, cada uma possui sua própria identidade. Existem, por exemplo, culturas conservadoras, que se caracterizam por sua rigidez e tradição, e culturas adaptativas, que são flexíveis e maleáveis.

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview