CARTÕES CEF

Card Set Information

Author:
neojr
ID:
261197
Filename:
CARTÕES CEF
Updated:
2014-02-10 09:05:48
Tags:
CARTÕES CEF
Folders:

Description:
CARTÕES CEF
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user neojr on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. Cartões
    Existe, hoje, uma série de alternativas de dinheiro de plástico que facilita o dia a dia das compras pessoais e empresariais e da movimentação de numerário, e representa um enorme incentivo ao consumo por significar uma alternativa de crédito aos consumidores.
  2. Cartões Magnéticos Tradicionais
    • Utilizados para saques nos caixas automáticos e nos bancos 24 horas, têm a vantagem de eliminar a necessidade de ida a uma agência bancária. Não representam um estímulo ao consumo, na medida em que apenas permitem o saque, no presente, sobre valores já existentes na conta corrente do cliente.
    • O desenvolvimento dos recursos tecnológicos permitiu ampliar a utilização dos cartões magnéticos para outras finalidades, além do uso como meio para saque de dinheiro. Assim, tornou-se possível utilizá-los para a obtenção de extratos de conta corrente e de poupança e, inclusive, como autorização para resgate e aplicações entre contas correntes e de investimento.
  3. Exemplo de cartão magnético tradicional: o cartão cidadão.
    • O Cartão do Cidadão é um cartão magnético, emitido pela CAIXA, que permite consultar informações sobre o FGTS e quotas do PIS, bem como sacar os benefícios a que tiver direito, como Seguro Desemprego, FGTS e Abono Salarial.
    •  Ele oferece segurança pelo uso de senha pessoal para identificação, e a conveniência de poder ser utilizado em todas as agências da CAIXA, terminais de autoatendimento, casas lotéricas e correspondentes CAIXA Aqui.
  4. Quais operações podem ser feitas com o cartão cidadão
    • O Cartão do Cidadão é um cartão magnético, emitido pela CAIXA, que permite consultar informações sobre o FGTS e quotas do PIS, bem como sacar os benefícios a que tiver direito, como Seguro Desemprego, FGTS e Abono Salarial.
    •  Ele oferece segurança pelo uso de senha pessoal para identificação, e a conveniência de poder ser utilizado em todas as agências da CAIXA, terminais de autoatendimento, casas lotéricas e correspondentes CAIXA Aqui.
  5. Quais operações podem ser feitas com ele?
    • •• Consultar saldo e extrato do FGTS, bem como saldo de quotas do PIS;
    • •• Efetuar saque da conta vinculada ao FGTS;
    • •• Receber, se tiver direito, benefícios referentes aos programas de transferência de renda (Bolsa Família, Bolsa Escola, por exemplo), abono salarial, rendimentos do PIS e seguro desemprego;
    • •• Consultar saldo e extrato dos recursos do FGTS.
  6. Cartões de Débito
    Emitidos pela rede bancária, são utilizados como um verdadeiro cheque eletrônico, com a grande vantagem de redução efetiva de custo operacional para os bancos, garantia de recebimento pelos estabelecimentos comerciais, devido à menor possibilidade de fraude e de inexistência de fundos, rapidez na operação de venda, pois a quitação da compra é mais rápida, já que é eliminada a consulta prévia sobre a saúde financeira dos clientes. Na prática, substituíram não só os cheques nas compras à vista, mas, também, os cartões magnéticos tradicionais em suas operações.
  7. Cartões de Crédito
    • Utilizados para a aquisição de bens ou serviços nos estabelecimentos credenciados, para os quais trazem a real vantagem de ser um indutor ao crescimento das vendas. Os cartões têm a eventual desvantagem de vir a representar um fator de propensão ao consumo, nos momentos em que o consumidor intuitivamente desejava poupar.
    • Como o nome diz, além de dinheiro de plástico, pois servem como meio de pagamento, são, acima de tudo, um crédito automático. Sem dúvida, constituem a moeda do futuro, pela sua segurança tanto para o credor quanto para o devedor.
    •  Existem, basicamente, dois tipos de cartões de crédito quanto ao usuário: de pessoa física e empresarial. No período entre a compra e o vencimento da fatura não incide juros. No vencimento, o usuário pode financiar parte do total do débito, incidindo juros sobre a parte não paga a partir desse momento. A cobrança no exterior é realizada em dólar, cuja conversão deverá ser feita pela taxa do dólar turismo do dia do pagamento da fatura. Essas despesas no exterior sofrem a incidência de IOF.
  8. Cartões Inteligentes
    • Nome genérico dos cartões de débito ou crédito dotados de processador e módulo de memória.
    • Diferem dos cartões convencionais, pois, além de reunirem as características de todos os cartões anteriores, possuem um chip embutido, que permite suportar um volume de dados até 200 vezes maior. Praticamente isentos da possibilidade de falsificação, podem ser configurados como cartões pré-pagos, e, ainda, assumirem configurações mistas.
    • Podem ter uma implementação mais complexa como cartão inteligente, com funções de segurança: criptografia. Incorporam múltiplas funções como instrumento de operação financeira, inclusive concentrando o relacionamento do portador com diversos bancos. Podem conter áreas pré-gravadas e áreas de livre gravação para transações financeiras em geral, admitindo também a criação de áreas só para leitura. Suportam aplicações não bancárias como agenda eletrônica, ficha médica, carteira de documentos, curriculum vitae e outros.
  9. Cartão Virtual
    • O crescimento do uso da Internet gerou o desenvolvimento deste conceito virtual de cartão.
    • Todo o processo de adesão, movimentação e controle é eletrônico e com o objetivo de ser utilizado única e especificamente nas transações via Internet.
    • Sua grande vantagem é a garantia de segurança dada pelos seus específicos processos criptográficos, seu monitoramento constante e suas ferramentas de apoio, tais como as redes neurais.
  10. Cartão Private Label ‒ Cartão de Loja (parceria com uma loja específica)
    • É o cartão que só pode ser usado em compras na loja que o emite. O cliente possuidor do cartão tem um prazo específico para pagar a compra. A inadimplência da operação é zero, pois ela é garantida pelo banco que suporta a parceria coma loja emitente, pois esse tipo de cartão é mais um canal de distribuição e acesso aos clientes. Muitas vezes este não se relaciona com a agência do banco, mas se relaciona com a loja emissora.
    •  O desenvolvimento tecnológico já permite que ate mesmo os lojistas de pequeno porte tenham seu cartão private label. A empresa que processa os cartões pode avaliar e classificar o risco do crédito, e viabilizar as transações com a instalação de equipamentos nos pontos de venda.
  11. Cartão de Afinidade
    • É um cartão de crédito em que uma instituição como grupos, organizações beneficentes, clubes e afins exibem sua marca ou logotipo. O produto tem todas as características, benefícios e utilidades de um cartão de crédito comum.
    • Para a instituição, as vantagens são que seus associados passam a se identificar e a levar a marca em todos os lugares, seja no Brasil ou no exterior, além da mesma receber um percentual do faturamento da administradora ou operadora de cartões (Visa, Mastercard ou American Express) pelas vendas com seus cartões. Para a operadora, representa uma ampliação rápida e objetiva de sua base operacional de clientes.
  12. Cartão Co-Branded (parceria com empresas)
    • É uma variação dos cartões de afinidade, emitida por uma empresa reconhecida no mercado (Fiat, GM, Varig) em associação com a bandeira de uma administradora de cartões e um banco específico. Traz vantagens específicas para seus associados como, por exemplo, oferecer programas de incentivos.
    • Os cartões co-branded podem ser ligados a montadoras de veículos, redes de varejo e companhias aéreas oferecendo bônus, descontos ou milhas a cada compra efetuada.
  13. Cartão de Valor Armazenado (Stored-Value-Card)
    É o cartão utilizado como dinheiro eletrônico em sua essência, emitido por um banco com valores previamente determinados, em geral de pequeno montante, pré-pago pelo cliente, não necessariamente tendo conta no banco, para ser utilizado como pagamento de despesas em máquinas específicas no comércio e/ou prestador de serviços.
  14. Cartão de Benefícios
    • E uma forma especial dos cartões de valor armazenado com uma finalidade específica e muitas vezes com cunho social. Assim, trata-se de um cartão pré-pago direcionado para um tipo de aquisição específico, tais como refeições (vale-refeição), compra de gêneros alimentícios (vale-alimentação), remédios (vale-remédios) ou despesas de transporte (vale-transporte), desenvolvido para que os seus detentores possam, com muito mais praticidade e segurança, realizar os pagamentos a que objetivam.
    • Caracteriza-se como um meio de pagamentos com base em uma rede eletrônica. Ele oferece mais segurança, porque é nominal e pode funcionar com o uso de uma senha. Conforme a utilização, o saldo é gradualmente descontado e, de acordo com a política de cada empresa que concede o benefício, disponibilizado periodicamente.
  15. tipos de cartões
    • Cartões Magnéticos Tradicionais,
    • Cartões de Débito,
    • Cartões de Crédito, Cartões Inteligentes, Cartão Virtual,
    • Cartão Private Label ‒ cartão de loja (parceria com uma loja específica),
    • Cartão de Afinidade,
    • Cartão Co-Branded (parceria com empresas),
    • Cartão de Valor Armazenado (Stored-Value-Card),
    • Cartão de Benefícios

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview