João Sonnemaker - Meteorologia

Card Set Information

Author:
Will.Jr
ID:
271956
Filename:
João Sonnemaker - Meteorologia
Updated:
2014-04-27 01:46:02
Tags:
500perguntas
Folders:
João Sonnemaker - Meteorologia
Description:
João Sonnemaker - Meteorologia
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user Will.Jr on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. O ramo da geofísica que estuda os fenômenos que ocorrem na atmosfera chama-se:
    meteorologia
  2. Meteorologia aeronáutica constitui o ramo da:
    meteorologia aplicada
  3. A fase da informação meteorológica na qual se verifica as condições meteorológicas é:
    observação
  4. A informação meteorológica consultada por um aeronavegante está na fase de:
    exposição
  5. A baixa atmosfera é chamada:
    troposfera
  6. A altura média da troposfera no Equador é:
    12.000 m
  7. O reconhecimento da tropopausa é feito por:
    isotermia
  8. A temperatura da tropopausa nos polos é cerca de:
    -40 graus celsius
  9. Os fenômenos meteorológicos mais importante ocorrem na:
    troposfera
  10. Círculo Polar Antártico encontra-se a:
    66°33' do Equador terrestre
  11. As estações do ano originam-se:
    na translação da Terra
  12. O valor médio da constante solar é:
    1,94 cal/cm²/min
  13. O albedo médio da Terra é:
    0,35
  14. Ozonosfera está situada na:
    estratosfera
  15. O gradiente térmico médio da troposfera é:
    2°C/1000 pés
  16. O "efeito estufa" ocorre:
    nos dias com nuvens
  17. O ar seco é mais pesado que o ar úmido em virtude:
    do peso molecular de seus componentes
  18. O processo pelo qual o calor se propaga através do espaço chama-se:
    radiação
  19. O ar aquecido próximo à Terra torna-se mais quente, mais leve e tende a subir produzindo:
    convecção
  20. A variação vertical da temperatura com a altura chama-se:
    gradiente vertical
  21. O piloto deve estudar meteorologia para:
    saber interpretar as informações sobre o tempo
  22. No ar atmosférico figuram componentes variáveis:
    vapor d'água e impurezas
  23. Albedo vem a ser uma relação entre a energia luminosa:
    refletida e a que incide sobre uma superfície
  24. A ordem correta das camadas da atmosfera é:
    troposfera, tropopausa, estratosfera e ionosfera
  25. A atmosfera terrestre mantém-se em constante movimentação por efeito exclusivo:
    do calor solar
  26. Com relação ao ar úmido, o ar seco é mais:
    pesado e mais denso
  27. Entre o ar frio e o ar quente, podemos afirmar:
    o ar frio é mais pesado
  28. A quantidade do vapor d'água que sobe para a atmosfera através da evaporação:
    aumenta com o aumento da temperatura
  29. O ar úmido é uma mistura de ar seco e vapor d'água entre:
    0% e 4%
  30. A coloração característica do céu ao nascer e pôr do sol é resultado da:
    difusão da luz solar
  31. A razão de queda de temperatura será:
    maios nas camadas frias
  32. A porcentagem de vapor d'água num volume de ar varia entre:
    0% e 4 %
  33. Um volume de ar quente com a sua capacidade de conter vapor d'água "repleta" chama-se:
    ar saturado
  34. Quanto maior a diferença entre a temperatura do ar e do ponto de orvalho, pode-se dizer:
    o ar é mais seco
  35. Aumentando-se a temperatura de um volume de ar, a umidade relativa:
    diminui
  36. Se a atmosfera de determinado local se satura com 120 litros de vapor d'água e tivermos 30 litros, a umidade relativa será:
    25%
  37. O aumento da temperatura determina:
    diminuição da densidade do ar
  38. A velocidade do som varia com a temperatura:
    diretamente
  39. Qual a correspondência:
    10°C = 50°F
  40. Corrente é movimento:
    vertical do ar
  41. Advecção é o movimento:
    horizontal do ar
  42. A razão de esfriamento padrão da atmosfera é:
    1°C/150m
  43. Inversões de temperatura, indicam que a temperatura aumenta em vez de diminuir com a altura, o gradiente térmico será:
    negativo
  44. A quantidade de umidade que o ar contém em relação à quantidade máxima que ele poderia conter na mesma temperatura é:
    umidade relativa
  45. A passagem do estado líquido para o estado de vapor d'água chama-se:
    evaporação
  46. À pressão constante, a temperatura a que o ar deverá ser resfriado para obter saturação chama-se:
    ponto de orvalho
  47. A condensação é produzida pelo acréscimo de umidade ao ar ou pelo seu resfriamento:
    vapor d'água passa para líquido
  48. Gradiente térmico na tropopausa é:
    isotérmico
  49. Calor solar se propaga até a Terra por:
    radiação
  50. A condução do calor é:
    máxima nos metais
  51. Gradiente térmico negativo significa:
    aumento de temperatura na vertical
  52. Qual a composição do ar atmosférico:
    21% de oxigênio, 78% de nitrogênio e 1% de outros gases
  53. A propagação do calor de molécula à molécula de um corpo constitui:
    condução
  54. O termômetro de mercúrio serve para medir a temperatura:
    do ar
  55. Linhas isotérmicas são de iguais:
    temperaturas
  56. A condensação começa quando:
    a temperatura do ar atinge a temperatura do seu ponto de orvalho
  57. Quanto menor for a diferença entre a temperatura e o ponto de orvalho, que condição de tempo poderá ocorrer:
    nevoeiro
  58. O efeito turbulento na atmosfera caracterizado por agitação vertical é provocado:
    convecção
  59. O ar descendo em correntes descendentes se contrai, aquecendo-se e:
    diminui a umidade relativa dissipando as nuvens
  60. A noite, a temperatura do solo diminui por causa da:
    irradiação
  61. A temperatura decresce com a altitude de acordo com o gradiente normal de temperatura:
    2°C para cada 1000 pés
  62. Qual a superfície que conserva mais calor:
    líquida
  63. A temperatura indicada corrigida para o erro de aquecimento dinâmico (fricção) é:
    TAT
  64. Uma área de precipitação na carta sinótica será representada pela cor:
    verde
  65. Isoietas são linhas que unem pontos de iguais:
    precipitações
  66. Inversões de temperatura indicam que a temperatura:
    aumenta com a altura
  67. A ionosfera é formada pela:
    absorção da radiação solar permanente
  68. Qual a camada intermediária entre a troposfera e a estratosfera:
    ozonosfera
  69. A mudança do estado físico do vapor d'água ao estado liquido chama-se:
    cristalização
  70. O ar, ao passar do estado de vapor d'água para o estado sólido, sofre o processo de:
    sublimação
  71. Isotermas são traçadas a cada:
    5°C
  72. O fator responsável pela restrição a visibilidade é:
    difusão
  73. Orvalho e geada são produtos da:
    radiação
  74. O resfriamento da camada inferior da atmosfera pode dar origem a:
    inversão
  75. A advecção do ar quente sobre uma superfície fria torna o ar:
    mais frio e estável
  76. A advecção do ar frio sobre uma superfície quente torna o ar:
    mais quente e instável
  77. A temperatura do ponto de orvalho é obtida por meio de tabelas após a leitura do:
    psicrômetro
  78. Temperatura do ar igual a temperatura do ponto de orvalho indica:
    saturação
  79. As condições da atmosfera padrão ou ISA são:
    temperatura de 15°C, pressão 1013,2 hPa, latitude 45° ao nível do mar
  80. "ISA" + 15 significa:
    30°C
  81. A temperatura padrão para o nível de 8000 pés é:
    -1°C
  82. A temperatura de 30°C teremos:
    ISA + 15
  83. ISA + 5 para o nível de 7000 pés equivale a:
    6°C
  84. Cartas de níveis constantes são as que têm:
    temperaturas constantes
  85. ISA, ao nível do mar, tem o valor de:
    15°C
  86. Isoípas são linhas que ligam:
    pontos de iguais altitudes pressões
  87. Uma superfície isobárica:
    se aproxima do NMM num ciclone
  88. Fator "D" crescendo indica que estamos voando para uma:
    alta pressão
  89. O nível de pressão acha-se a 180 pés acima do NMM. Qual o valor aproximado da pressão ao NMM:
    1019,2 hPa
  90. A distância vertical que separa uma superfície isobárica do nível de pressão padrão chama-se:
    altitude de pressão
  91. O nível de pressão padrão acha-se a 90 pés abaixo do NMM. Qual o valor aproximado da pressão ao NMM:
    1010,2 hPa
  92. A pressão atmosférica é exercida:
    em todos os sentidos
  93. Em um cavado, as pressões decrescem para:
    o centro
  94. Numa crista ou cunha, as pressões:
    decrescem para a periferia
  95. Uma baixa quente em superfície:
    diminui de intensidade com a altura
  96. As isóbaras são traçadas a cada:
    2 hectopastal, pares
  97. A pressão média, ao nível do mar, equivale a:
    29,92 pol
  98. O nível em que o valor QFF é igual ao QFE chama-se:
    nível médio do mar
  99. A elevação de uma pista é calculada pela diferença entre:
    QFF e QFE
  100. Colo é definido como:
    gargante entre duas altas e duas baixas pressões
  101. Pressão atmosférica é definida como peso por unidade de área:
    é exercida em todos os sentidos
  102. Num aeroporto o valor QFF é 1018,3 hPa e o valor QFE é 1012,3 hPa. A altitude do aeródromo será:
    180 pés
  103. Um centro de baixas pressões é caracterizado por:
    elevação do ar e ventos fortes
  104. Um centro de altas pressões é caracterizado por:
    afundamento de ar e ventos fracos
  105. No colo:
    Os ventos são fracos e variáveis
  106. Área de alta pressão no Hemisfério Sul apresenta circulação:
    anti-horária divergente
  107. Ciclone é uma área de pressão:
    baixa
  108. A pressão decresce com a altitude:
    1 hPa para cada 9m
  109. A diferença entre um "cavado" e uma "crista" é que:
    as pressões mais altas se dispõem na periferia do cavado
  110. A altura da coluna de mercúrio do barômetro fornece o valor chamado:
    pressão da estação
  111. Isóbaras são traçadas:
    ligando-se valores QFF iguais
  112. Pressão isobárica reduzida ao NMM significa ajuste:
    do altímetro
  113. Uma linha que une pontos de igual pressão atmosférica, chama-se:
    isóbara
  114. Qual o fator que não influi na variação da pressão atmosférica:
    visibilidade
  115. Os valores máximos de pressão são obtidos entre os seguintes horários:
    0900/1200 local
  116. Quantas vezes por dia, normalmente, são traçadas as cartas sinóticas:
    quatro
  117. A carta onde se plotam as observações meteorológicas por hora fixa chama-se:
    sinótica
  118. O afundamento num anticiclone significa:
    estabilidade no centro
  119. Cavado é:
    prolongamento de uma baixa pressão
  120. A pressão parcial de oxigênio ao NMM é:
    200 hPa
  121. Os máximos de pressões sobre as latitudes tropicais ocorrem:
    nos cinturões subtropicais
  122. 760 milímetros de mercúrio correspondem a:
    1013,2 hPa
  123. Anticiclone é uma área de pressão:
    alta
  124. Na prática considera-se que a pressão atmosférica varia verticalmente na base de:
    1 hPa = 30ft
  125. Os valores QFF são ligados por:
    isóbaras
  126. Pressão atmosférica, ao nível do mar, quando utilizadas para fins aeronáutico é designada:
    QNH
  127. Gradiente térmico do ponto de orvalho é:
    0,2°C/100m
  128. O gradiente térmico de (1,3°C/100m) é:
    superadiabático
  129. Gradiente adiabático seco é aquele em que a temperatura:
    decresce mais rapidamente que o gradiente normal
  130. Se uma parcela de ar ao elevar-se, resfria-se de modo igual a temperatura do ar que a envolve, teremos:
    equilíbrio neutro
  131. O processo em que não é adicionado nem subtraído calor ao ar que se resfria por expansão, e se aquece por compressão chama-se:
    adiabático
  132. Nuvens cumulus são formadas a 1500 metros de altura. Calcular a temperatura convectiva no solo, sabendo que a temperatura do ponto de orvalho a 500 metros de altura é de 10°C:
    23°C
  133. Uma parcela de ar ao elevar-se encontra-se, num determinado ponto, com sua temperatura mais elevada do que a do ar que a cerca, temos então:
    instabilidade absoluta
  134. A camada de ar:

    1800m.........10°C
    200  m.........30°C

    Apresenta condição de equilíbrio:
    instável
  135. A camada de ar:

    200m 0°C
    NMM 20°C

    Apresenta condição de equilíbrio:
    instável
  136. No FL070, a temperatura é 10°C. Considerando o mesmo gradiente térmico, se uma aeronave estiver no FL100, ela estará:
    acima da altitude de pressão
  137. A temperatura ao nível de voo 070 é 10°C. Neste caso teremos:
    Altitude densidade maior que a altitude de pressão
  138. Condições mais críticas para o voo, resultando em insegurança de voo, é aquela em que ocorrem pressões:
    baixas e temperaturas baixas
  139. O altímetro de uma aeronave, em nível de voo com ar mais frio que a atmosfera padrão, apresenta erro:
    de indicação para mais
  140. A diferença entre a altitude de pressão e a altitude de densidade é considerada como:
    fator "D"
  141. A altitude pressão corrigida para erro de temperatura do ar chama-se:
    altitude densidade
  142. O ajuste de altímetro indica:
    altitude real
  143. O ajuste de altímetro (QNH) é necessário para que indique, na aterragem:
    a altitude verdadeira da pista
  144. O ajuste padrão do altímetro, obrigatório é:
    QNE
  145. Quando uma aeronave ajusta o altímetro para QFE, temos:
    a altura da aeronave
  146. QNH maior que o QNE significa:
    nível padrão acima do nível do mar
  147. Um helicóptero está pousado no topo de um edifício de 500 pés de altura, numa cidade de 1000 pés de altitude. O QNH do local é 1010,2 hPa. Qual a altitude pressão do helicóptero:
    1590 pés
  148. Uma aeronave em nível de voo, tem seu altímetro ajustado para:
    QNE
  149. Uma aeronave sobrevoa um ponto, cujo QNH é 1010,0 hPa. Ela estará:
    abaixo da altitude de pressão
  150. Uma aeronave está pousada numa pista situada a 2000 pés de altitude. O QNH do local é 1009,2 hPa; o altímetro da aeronave ajustado QNE dá indicação de:
    2120 pés

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview