Coletânea - Regulamentos - Testes 05 à 06

Card Set Information

Author:
Will.Jr
ID:
272659
Filename:
Coletânea - Regulamentos - Testes 05 à 06
Updated:
2014-05-01 03:58:46
Tags:
Coletânea Regulamentos Testes 05 à 06
Folders:
Coletânea - Regulamentos
Description:
Coletânea - Regulamentos - Testes 05 à 06
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user Will.Jr on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. Havendo pena de suspensão, a mesma será aplicada por um período de até:
    cento e oitenta dias
  2. Dentre as aeronaves citadas abaixo, assinale a que tem prioridade na sequência para pouso:

    A) planador na final
    B) helicóptero transportando enfermo
    C) jato militar em operação de guerra
    D) avião em emergência
    D) avião em emergência
    (this multiple choice question has been scrambled)
  3. O objetivo principal das investigações de acidentes aeronáuticos é:
    prevenção de acidentes
  4. O serviço de controle de aeródromo, aproximação e área é designado por:
    ATC
  5. Quando em voo VFR entre AD providos de órgãos ATS, a aeronave que pousar em outro AD que não o de destino, o piloto deverá transmitir a informação de chegada por qualquer meio de comunicação disponível ao órgão mais próximo. A identificação da aeronave deverá ser completada com:
    os aeródromos de decolagem, destino, pouso e a hora de chegada
  6. O maior nível de voo VFR a ser utilizado por uma aeronave que pretenda voar em rota, fora da AWY e no rumo magnético 065 hraus, é o FL:
    135
  7. O órgão regional responsável pela fiscalização do cumprimento das normas relativas à aviação civil no Brasil, é o(a):
    GER
  8. Em caso de interceptação de uma aeronave, salvo instruções em contrário do órgão ATS apropriado, o piloto deverá imediatamente acionar o código transponder:
    7700
  9. Quando duas aeronaves de mesma categoria aproximarem-se com proas convergentes, aproximadamente no mesmo nível, a aeronave:
    da direita terá direito de passagem
  10. Em espaço aéreo controlado, TMA classe A, os voos VFR:
    não podem ser realizados
  11. Uma ocorrência anormal que sobrevindo a uma aeronave, (tal como vazamento de combustível), da qual resultou em danos pessoais e ou materiais, caracteriza um:
    acidente aeronáutico
  12. No preenchimento do formulário do plano de voo, quando no aeródromo de partida não houver o indicador de localidade (ZZZZ), no item 18, o nome do aeródromo deverá ser precedido da abreviatura:
    DEP
  13. Os aeródromos civis são classificados em:
    públicos e privados
  14. Havendo em uma TWR as posições abaixo citadas: antes da partida o piloto deverá estabelecer contato rádio com o(a):
    autorização de tráfego
  15. Dentre os órgãos citados abaixo, o que tem competência a nível regional para autorizar e estabelecer as condições relativas ao tráfego aéreo, para voos de lançamento de objetos, é o:
    CINDACTA
  16. As aeronaves em voo VFR dentro de TMA classe C ou D, deverão ter seus altímetros ajustados em 1013.2 hPa, quando em voo:
    acima do nível de transição
  17. A responsabilidade de certificar-se das condições operacionais dos auxílios rádio e luminosos dos aeródromos envolvidos na operação pretendida, é do(a):
    piloto em comando
  18. Para decidir sobre as operações de pouso ou decolagem, quando as condições do vento forem desfavoráveis, os parâmetros a serem considerados pelo piloto serão:
    performance da aeronave e comprimento da pista
  19. Cada mensagem ATIS será identificada por designador representado por um(a):
    letra do alfabeto
  20. Antes de partir para um voo local VFR, o piloto de uma aeronave pousada em um aeródromo que possui todos os órgãos ATS/AIS deve apresentar um plano de voo:
    simplificado
  21. Um dos fatores contribuintes que conduz à ocorrência de um acidente aeronáutico, classificado na área do fator humano, denomina-se:
    aspecto fisiológico
  22. Um voo VFR se constituirá em tráfego essencial para outro voo VFR, quando estiverem voando em espaço aéreo ATS classe:
    B
  23. Das condições de realização de um voo VFR noturno entre aeródromos dentro de uma CTR classe D, não se aplicarão a este voo as exigências de:
    piloto habilitado para voo IFR
  24. Sempre que o voo se realiza de acordo com as normas vigentes, ninguém poderá opor-se, em razão da propriedade na superfície ao(a):
    sobrevoo
  25. Os voos VFR não estarão sujeitos a autorização ATC, quando voando nos espaços aéreos ATS classes:
    E, F e G
  26. Quando a aeronave dispuser do equipamento do SSR, o piloto deverá mantê-lo ligado:
    durante o tempo de voo
  27. Quando um aeródromo brasileiro possuir uma estação de telecomunicações aeronáuticas (AFS), as duas primeiras letras do indicador de localidade serão:
    SB
  28. Caso não se obtenha contato com o APP na entrada da TMA, a aeronave deve chamar a TWR do aeródromo de destino, com uma antecedência de pelo menos:
    5 minutos
  29. O órgão ATC, que proporciona separação entre as aeronaves em voo VFR especial, é o(a):
    APP
  30. Em aeródromo não controlado provido de AFIS, uma NTV deverá ser apresentada ao órgão AIS, quando o aeródromo de destino estiver distante até:
    27NM
  31. Quando aplicável, o menor nível de voo para realização de um voo VFR no rumo magnético de 220°, é o FL:
    045
  32. O documento que contém o relato de fatos perigosos ou potencialmente perigosos para a atividade aérea, e que permite que a autoridade competente a adoção de medidas corretivas adequadas, é o:
    RELPER
  33. O comandante poderá delegar a outro membro da tripulação as atribuições que lhe competem, menos as que se relacionam com:
    segurança de voo
  34. Na eventualidade de uma aeronave que disponha de equipamento SSR, estar sendo interceptada pela defesa aérea, o piloto deverá alocar o código:
    7700
  35. O anexo 13 da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI), está relacionado com:
    investigação de acidentes aeronáuticos
  36. EM rotas não definidas por pontos de notificação compulsórios, quando aplicável, as aeronaves transmitirão suas posições ao órgão ATS apropriado:
    30 minutos após DEP e depois a intervalos de 60 minutos
  37. As regras gerais devem ser cumpridas em voo na área de:
    manobras
  38. Uma condição que envolve a segurança da aeronave ou de alguma pessoa a bordo, mas que não requer assistência imediata, é definidas como a situação de:
    urgência
  39. O grupo de pessoas, adequado às características de um acidente aeronáutico, designado para investigações desse acidente, tem como sigla:
    CIAA
  40. A comunicação de um acidente aeronáutico ou da existência de destroços de aeronave é:
    uma obrigação de qualquer pessoa

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview