Coletânea - Teoria de Voo - Testes 05 à 06

Card Set Information

Author:
Will.Jr
ID:
272665
Filename:
Coletânea - Teoria de Voo - Testes 05 à 06
Updated:
2014-05-01 04:06:52
Tags:
Coletânea Teoria de Voo Testes 05 à 06
Folders:
Coletânea - Teoria de Voo
Description:
Coletânea - Teoria de Voo - Testes 05 à 06
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user Will.Jr on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. Assinale a afirmativa errada:

    A) a resultante aerodinâmica é, na realidade, a força que aparece em uma asa que se desloca no ar, não existindo a força sustentação que é apenas uma das componentes dela
    B) a sustentação é a componente vertical da resultante aerodinâmica
    C) arrasto é a componente paralela ao vento relativo da resultante aerodinâmica
    D) resultante aerodinâmica é decomposta em sustentação e arrasto, duas forças perpendiculares entre si, para facilitar o estudo das forças que atuam sobre um avião
    B) a sustentação é a componente vertical da resultante aerodinâmica
    (this multiple choice question has been scrambled)
  2. Para medir a resistência parasita de um avião, usa-se:
    comparar sua resistência ao avanço com a de um disco plano, perpendicular ao deslocamento
  3. O ângulo correspondente ao coeficiente máximo de sustentação, é chamado de ângulo:
    crítico
  4. A parte da asa que sofre aumento de velocidade do ar é:
    extradorso
  5. O centro de pressão é o ponto de aplicação da sustentação, e deverá ficar sempre:
    atrás do CG
  6. Quando o valor do CL é zero, significa que o ângulo de ataque é:
    um ângulo de sustentação nula
  7. As condições que propiciam uma melhor decolagem são:
    alta pressão, vento de proa
  8. Numa aeronave as partes que possuem pequena resistência ao avanço, são chamadas:
    superfícies aerodinâmicas
  9. A linha que vai do nariz à cauda da aeronave, chama-se:
    eixo longitudinal
  10. O "ZERO ABSOLUTO" corresponde a:
    -460°F
  11. O arrasto é sempre:
    paralelo ao vento relativo
  12. Os hipersustentadores que facilitam o escoamento do ar no extradorso são:
    slots e slats
  13. A resistência ao avanço causado pelo turbilhonamento de ponta de asa, chama-se resistência:
    induzida
  14. Quanto maior for o alongamento de uma asa:
    maior a sustentação e menor o arrasto
  15. Assinale a afirmativa correta:

    A) a densidade do ar é maior nos dias quentes e úmidos
    B) um aumento da temperatura do ar implica em um aumento de sustentação
    C) em voo normal, o ângulo de ataque diminui quando a velocidade aumenta
    D) alongamento de uma asa é a relação entre a corda e a envergadura da mesma
    C) em voo normal, o ângulo de ataque diminui quando a velocidade aumenta
    (this multiple choice question has been scrambled)
  16. O vento relativo é aquele que atua:
    paralelo e contra a trajetória da aeronave
  17. A força de sustentação deve-se ao(a):
    diferença de pressão existente entre o extradorso e o intradorso da asa
  18. Se a velocidade ficar duas vezes maior:
    a sustentação ficará quatro vezes maior
  19. O dispositivo responsável por captar pressão para o altímetro e velocímetro, é chamado de:
    tubo de Pitot
  20. O movimento de levantar ou baixar as asas em torno do eixo longitudinal, chama-se:
    rolamento ou bancagem
  21. Voando em área turbulenta, evitam-se fatores de carga elevados:
    reduzindo a velocidade
  22. Os fatores de carga elevados podem ser produzidos através de:
    cabrada, rajadas de vento e voo em curva
  23. O fator de carga produzido numa cabrada pode ser:
    positivo
  24. O fator de carga produzido no início de um apicada pode ser:
    positivo, negativo e nulo
  25. O fator de carga é definido como sendo a razão entre:
    sustentação e peso
  26. O ângulo de planeio é o ângulo formado entre:
    a trajetória da ACFT em planeio e a linha do horizonte
  27. No caso de falha do motor, num monomotor, deve-se descer com:
    o menor ângulo possível
  28. Entre outros fatores, a velocidade final depende:
    do peso da aeronave
  29. Velocidade limite é a velocidade máxima:
    para qual a ACFT foi construída
  30. Num voo planado, o peso da ACFT não afeta:
    a distância e o ângulo de planeio
  31. O vento de proa tem a seguinte influência no voo planado:
    aumenta o ângulo de descida, sem alterar a razão de subida
  32. EM voo planado, uma ACFT consegue atingir a máxima distância com vento:
    de cauda
  33. Aumentando a altitude, a ACFT tem maior velocidade de planeio e:
    mesmo ângulo de planeio
  34. Duas ACFT iguais, com pesos diferentes, iniciam um voo planado. A mais pesada está mais alta. Percorrerá maior distância até o solo:
    a mais pesada
  35. Os dispositivos que permitem as ACFTS se aproximarem com maiores ângulos de planeio e menores velocidades, são os:
    flaps, slats e slots
  36. O pouso de pista em relação ao pouso de três pontos:
    geralmente pode ser realizado com mais suavidade
  37. O choque do nariz da ACFT com o solo chama-se:
    pilonagem
  38. As melhores condições de pouso são:
    baixa altitude, baixa temperatura e aclive
  39. A manobra no solo que consiste numa mudança de proa de 189 graus, e que é própria de acft com trem de pouso convencional, denomina-se:
    cavalo de pau
  40. Numa cabrada o fator carga será:
    superior a um

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview