Coletânea - Teoria de Voo - Testes 11 à 12

Card Set Information

Author:
Will.Jr
ID:
272809
Filename:
Coletânea - Teoria de Voo - Testes 11 à 12
Updated:
2014-05-02 02:22:39
Tags:
Coletânea Teoria de Voo Testes 11 à 12
Folders:
Coletânea - Teoria de Voo
Description:
Coletânea - Teoria de Voo - Testes 11 à 12
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user Will.Jr on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. A hélice de passo fixo tem bom rendimento:
    somente nas condições para a qual foi projetada
  2. A velocidade mínima é a menor velocidade com a qual se consegue manter o voo:
    horizontal à velocidade constante
  3. A velocidade de estol aumenta com o aumento dos seguintes fatores:
    peso e altitude
  4. Assinalar a afirmativa errada: Em um voo horizontal:

    A) é possível variar a velocidade sem mudar o ângulo de ataque
    B) a potência útil fornecida pelo grupo motopropulsor varia com a velocidade da aeronave
    C) a velocidade mínima é maior que a velocidade de estol
    D) acima do ângulo crítico é preciso variar grandemente a potência para mínimas variações de velocidade
    A) é possível variar a velocidade sem mudar o ângulo de ataque
    (this multiple choice question has been scrambled)
  5. A potência necessária para deslocar uma aeronave:
    varia com a velocidade do voo
  6. Em caso de decolagens atrás de aeronaves pesadas, o piloto deve procurar:
    manter a trajetória de subida mantida pela aeronave pesada
  7. Qual das velocidades abaixo depende da potência ou troca do motor:
    velocidade máxima
  8. O movimento que a pá da hélice descreve, perpendicular ao eixo da hélice, chama-se:
    movimento de rotação
  9. O ponto mais elevado da curva de potência útil indica a velocidade para a qual:
    para qual a hélice foi projetada
  10. Uma aeronave pode manter voo reto horizontal com velocidade inferior à de estol, desde que:

    A) tenha potência suficiente
    B) possua potência efetiva suficiente
    C) a velocidade mínima seja inferior a de estol
    D) N.D.A
    D) N.D.A
    (this multiple choice question has been scrambled)
  11. Com o aumento da altitude, a velocidade máxima irá:
    diminuir
  12. No teto absoluto, a acft ainda consegue manter uma razão de:

    A) N.D.A
    B) 100 m/min
    C) 100 ft/min
    D) 0,51 ft/min
    A) N.D.A
    (this multiple choice question has been scrambled)
  13. A potência necessária para deslocar uma acft aumenta com a redução de:
    densidade
  14. Potência disponível é a mesma coisa que:
    potência útil e potência de tração
  15. A potência efetiva transformada em tração pela ação das hélices, é denominada:
    potência disponível, potência útil e potência de tração
  16. Para pousar com baixa velocidade é necessário reduzir a velocidade de estol. Isso pode ser conseguido com o aumento de:
    CL da asa, área da asa e ângulo crítico
  17. O passo de uma hélice é o(a):
    distância teórica que deveria percorrer em cada volta
  18. A velocidade com a qual se pode voar a maior distância possível é a velocidade de:
    máximo alcance
  19. A velocidade na qual o peso, a altitude, a área da asa e o coeficiente de sustentação variam inversamente, e a densidade e a carga alar varia diretamente, chama-se:
    velocidade máxima
  20. O ângulo formado entre a corda da seção média da pá da hélice, e o plano de rotação é denominado:
    ângulo de ataque de pá de hélice
  21. O altímetro nos fornece altitude:
    pressão
  22. Num perfil simétrico, se aumentarmos o ângulo de ataque:
    cria-se uma RA para cima e para trás
  23. No ângulo crítico o CL é:
    máximo e o CD é mínimo
  24. A construção de um aerofólio é baseada no(a):
    tubo de Venturi
  25. Quando a corda de um perfil assimétrico confundir-se com a direção do vento relativo, teremos um ângulo de:
    ataque nulo
  26. A única força que age numa aeronave em voo, em particular nas asas, chama-se:
    resultante aerodinâmica
  27. Em um ângulo de ataque nulo, num perfil assimétrico, teremos:
    sustentação positiva
  28. A razão entre a força e a área aplicada, chama-se:
    pressão
  29. O coeficiente de sustentação (CL) é um número que depende de:
    ângulo de ataque, espessura e curvatura do aerofólio
  30. Ao arrasto provocado nas pontas da asa damos o nome de arrasto:
    induzido
  31. Uma área plana equivalente será representada pela letra:
    A
  32. A sustentação será positiva com ângulo de ataque:
    positivo ou nulo
  33. O valor "CL Máximo", corresponde ao ângulo de:
    estol
  34. Uma obstrução no tubo de Pitot tornará inoperante o:
    altímetro e o velocímetro
  35. A deriva é um perfil:
    simétrico, pois a corda coincide com a linha de curvatura média
  36. A sustentação depende:
    da área da asas, densidade do ar, velocidade do deslocamento, ângulo de ataque e formato do perfil
  37. O ângulo de ataque é formado entre:
    a corda do aerofólio e a trajetória da aeronave, ou a corda do aerofólio e o vento relativo
  38. Dentro da variação possível do ângulo de ataque:
    o arrasto parasita não se altera
  39. Quanto às hélices, pode-se afirmar que:
    o maior valor de tração é gerado próximo à raiz
  40. A resultante aerodinâmica é aplicada em um ponto da corda, denominado:
    centro de pressão

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview