As estruturas do período simples

Card Set Information

Author:
Fabriciovfreire
ID:
280784
Filename:
As estruturas do período simples
Updated:
2014-08-25 06:55:23
Tags:
período simples
Folders:
gramatica
Description:
regras gramaticais
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user Fabriciovfreire on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. O que é frase?
    • Frase é todo enunciado lingüístico de sentido completo. Pode ser formada por apenas uma palavra ou por um conjunto de palavras:
    • EX:
    • Silêncio!
    • Diga não às drogas!
    • Sempre tive cuidado com os meus livros.
  2. O que é uma oração?
    • Oração é o enunciado lingüístico construído em torno de um verbo (claro ou subentendido) ou de uma locução verbal:
    • O preço da gasolina subiu novamente.
    • 0 preço da gasolina deverá subir novamente.
  3. O que é período?
    Período é o enunciado lingüístico constituído de uma ou mais orações.
  4. Quais os termos essenciais da oração?
    • sujeito
    • predicado
    • complemento verbal
  5. quais os termos integrantes da oração?
    • complemento nominal
    • agente da passiva
    • adjunto adnominal
  6. Quais os termos acessório da oração?
    • Adjunto adverbial
    • aposto
  7. O que é sujeito elíptico ou oculto e como encontrá-lo?
    • Não vem expresso na oração, mas pode ser facilmente identificado pela desinência verbal ou pelo contexto
    • É nesta sala retirada e escura que (nos) vamos introduzir o leitor
  8. O que é o sujeito indeterminado?
    É o tipo de sujeito que não vem expresso na oração, ou por não se desejar que eleseja conhecido, ou pela impossibilidade de sua explicitação
  9. Em que ocasiões ocorre o sujeito indeterminado?
    • Colocando-se o verbo na terceira pessoa do plural, não se referindo a nenhuma palavra determinada do contexto.
    • Ex:
    • Dizem quê haverá novas greves
    • Falam mal desse candidato
    • Colocando-se verbos sem complemento direto (intransitivos, transitivos indiretos ou de ligação) na 3.a pessoa do singular acompanhados do pronome se,que atua como índice de indeterminação do sujeito
    • Ex:
    • Fala-se mal, de muitos candidatos
    • não se acredita em milagres
    • Nunca se é dispensável quando se é trabalhador
  10. Existe exceção a classificação de sujeito indeterminado quando o verbo figura na terceira pessoa do plural ou singular?
    • Sim. 
    • Dependendo da classificação do verbo, o sujeito pode ser determinado. Isso ocorre quando o pronome se figura junto a verbos (no singular ou no plural) que admitem a passagem para a voz passiva analítica. 
    • Vendeu-se aquele terreno -  Aquele terreno foi vendido
    •  Venderam-se aqueles terrenos -Aqueles terrenos foram vendidos
  11. Que são orações sem sujeito e quando ocorrem?
    • São orações em que o predicado não faz referência a nenhum tipo de sujeito. Isso ocorre quando se empregam os chamados verbos impessoais. 
    • Ocorrem:
    • Com verbos que exprimem fenômenos da natureza
    • Com o verbo haver empregado no sentido de existir, ocorrer ou na indicação de tempo decorrido.
    • Com os verbos fazer e estar empregados em referência a tempo ou clima
    • Com o verbo ser empregado em relação a datas, horas ou distâncias
    • Com os verbos bastar e chegar acompanhados da preposição de
  12. Existe sujeito nas três frases abaixo, porquê?
    Vai chover nos próximos dias.
    Deve haver seres vivos em outros planetas
    Vai fazer três meses que não chove
    • Não.
    • Nas locuções verbais formadas com verbos impessoais, a impessoalidade é transferida ao verbo auxiliar.
  13. O que é verbo de ligação?
    • É o verbo não nocional (sem significação precisa), que liga o sujeito a uma característica (qualidade, estado ou condição) chamada predicativo do sujeito.
    • Lembrar de : QUALIDADE, ESTADO OU CONDIÇÃO
  14. Quais são os verbos de ligação mais frequentes?
    ser, estar, permanecer, ficar e continuar.
  15. Quais as características do verbo de ligação?
    Não têm significação própria, não indicam ação, não indicam a posição do sujeito num lugar.
  16. Quais características do sujeito os verbos de ligação poderão exprimir?
    • Estado permanente
    • Somente deus é imortal
    • Estado transitório
    • A cachorra estava doente
    • Mudança de estado
    • Para sempre fiquei pálido e triste
    • Continuidade de estado
    • O Rio de Janeiro continua lindo
    • Aparência de estado
    • Antônia, você parece uma lagarta listrada!
  17. Ser é verbo de ligação quando tem o significado de realizar-se ou ocorrer?
    • Não. No entanto, é necessário também que o verbo esteja acompanhado de adjunto adverbial de tempo ou lugar.
    • O jogo será difícil
    • O Jogo será às dezesseis horas
    • O jogo será no Estádio Municipal.
  18. Quando estar, permanecer, ficar e continuar são verbos intransitivos?
    • Quando indicam a posição do sujeito em um lugar.
    • 0 aluno está nervoso.S VL PSO
    • aluno está na sala do diretor.S VI adjunto adv. de lugar
    • A garota permanece triste.s ; vi psA
    • garota permanece em seu quarto.S VI adjunto adv. de lugar
    • A torcida ficou calada.S VL PS
    • A torcida ficou atrás do gol.S VI adjunto adv. de lugar
    • 0 cão continua faminto.S V L ; ; PS
    • O cão continua no canil.S VI adjunto adv. de lugar
  19. Verbos transitivos ou intransitivos podem assumir a função de verbo de ligação?
    • Sim. A depender do contexto.
    • O vento virou o barco. S VTD OD
    • O pescador virou uma fera.S VL PS
    • O pedreiro caiu do andaime.S VI adjunto adv. de iugar
    • O pedreiro caiu doente.S VL PS
  20. 0 predicativo do sujeito também pode ocorrer com verbos intransitivos ou transitivos?
    • Sim. Nesse caso ele pode ocupar qualquer posição na frase .Observe o emprego da (s) vírgula (s):
    • O mendigo caminhava pelas ruas triste (S-VI-PS)
    • O mendigo caminhava, triste, pelas ruas(S-VI-PS) 
    • O mendigo, triste, caminha pelas ruas
    • Triste, o mendigo caminhava pelas ruas
    • Os foliões invadiram o salão suados
    • Suados, os foliões invadiram o salão
    • Os foliões, suados, invadiram o salão
    • Os foliões invadiram, suados, o salão
  21. Quais são os termos integrantes da oração?
    • complementos verbais (objeto direto e objeto indireto)
    • complemento nominal
    • agente da passiva.
  22. O objeto direto pode aparecer com preposição?
    Sim. Este é o objeto direto preposicionado.
  23. Há objeto direto preposicionado na frase abaixo?
    Ofendeu ao repórter o entrevistado.
    • Sim. 
    • Neste caso o objeto direto preposicionado tem a função de evitar a ambiguidade entre sujeito e objeto. 
    • O entrevistado ofendeu o repórter.
  24. Há objeto direto preposicionado na frase abaixo?
    Você ofendeu a mim, não a ele.
    • Sim. 
    • Nesse caso, quando o objeto direto é representado por pronomes oblíquos tônicos (mim, ti, si,ele, elas, nós, vós) é necessário a utilização da preposição.
  25. Há objeto direto preposicionado na frase abaixo?
    Aquela é a mulher a quem sempre amei.
    Sim. Nos temos aqui um objeto direto representado pelo pronome quem, com antecedente expresso.
  26. Há objeto direto preposicionado na frase abaixo?
    Jamais beberás do meu vinho.
    • sim. 
    • Quando o objeto direto indica partitividade. (parte de um todo).
  27. Há objeto direto preposicionado na frase abaixo?
    Sabe-se que Brutos traiu a Nero.
    Sempre admirei aos meus mestres.
    Quando o objeto direto é representado por substantivo próprio ou substantivo comum designativo de pessoa.
  28. Há objeto direto preposicionado na frase abaixo?
    Ele não conseguiu impressionar a ninguém.
    Sim. Neste caso temos um pronome indefinido designativo de pessoa.
  29. Há objeto direto preposicionado na frase abaixo?
    Arrancam das espadas de aço fino os que por bom tal feito ali apregoam
    Cumpri com meu dever
    Si. Neste caso temos o desejo de enfatizar o objeto direto ou imprimir elegância à frase.
  30. O que é o objeto direto pleonástico?
    Quando utilizamos um pronome oblíquo átono com o sentido de retomar ideia anterior. Como nas contruções abaixo:

    • Meus livros, não os empresto a ninguém.
    • Os outros reparos, aceitei-os todos.
  31. Que é um objeto direto interno?
    Existem casos em que o objeto direto apresenta o mesmo radical do verbo, ou seu sentido já faz parte da esfera semântica do próprio verbo, por isso ele é chamado de objeto direto interno. A fim de evitar redundância, esse tipo de objeto vem sempre acompanhado de um adjunto adnominai

    • Sonhei um sonho medonho
    • Dormi um sono tranquilo
  32. Por quais pronomes o objeto indireto poderá ser substituído?
    • O objeto indireto poderá ser substituído pelos seguinte pronomes:
    • a ele(s), a ela(s), dele(s), dela(s),nele(s), neia(s) etc., e, às vezes, por lhes.
  33. Assim como o objeto direto, o objeto indireto também pode aparecer de forma pleonástica?
    • Sim. 
    • Ao avarento, não lhe peço nada.
    • A mim, não me interessam as suas reclamações.
  34. Quais pronomes oblíquos átonos podem exercer a função de objeto direto?
    • Os pronomes oblíquos átonos o(s), a(s) e as variações no(s), na(s), lo(s), la(s).
    • A derrota humilhou-os.
    • Encontrei-as na praia.
  35. Que função exerce o pronome oblíquo átono lhe(s)?
    Este pronome sempre exercerá a função de objeto indireto.
  36. Os pronomes me, te, se, nos, vos exercerão a função de objeto direto ou objeto indireto?
    • tais pronomes exercerão uma ou outra função sempre dependendo da transitividade do verbo.
    • Ex:
    • Convidaram-me para uma grande festa (O.D)
    • Já que sou o mais velho, obedeça-me (O.I).
  37. Qual a definição de complemento nominal?
    • São palavras que completam o sentido de um substantivo, adjetivo ou advérbio.
    • Obs: também é regido por preposição
    • Observe a diferença:
    • Confio em suas palavras
    • Tenho confiança em suas palavras 
    • Sou favorável ao seu projeto
    • Opinei favoravelmente ao seu projeto
  38. Quais são as características dos complementos nominais de substantivos?
    • O substantivo que exige complemento é sempre abstrato. 
    • O substantivo que exige complemento é sempre derivado de um verbo.
    • O complemento nominal tem valor passivo e corresponde ao objeto(direto ou indireto) ou adjunto adverbial do verbo de que deriva.
    • ex:
    • devemos amar a vida
    • devemos ter amor a vida
    • Necessito de seu apoio
    • Tenho necessidade de seu apoio
    • Você retornou ao lar
    • Aguardávamos o seu retorno ao lar
  39. O complemento nominal também pode ser representado por pronomes oblíquos?
    • Sim. 
    • Deves ser-me obediente (obediente a mim)
    • A decisão saiu-lhe desfavorável (desfavorável a ele)
  40. pag 286

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview