Gimecologia

Card Set Information

Author:
Roney1000
ID:
298816
Filename:
Gimecologia
Updated:
2015-03-21 12:05:34
Tags:
SOP
Folders:

Description:
Síndrome dos Ovários Policísticos - SOP
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user Roney1000 on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. O que pode acontecer com uma paciente que não ovula?
    Não tem 2ª fase do ciclo menstrual, ou tem essa 2ª fase insuficiente, assim o hormônio que irá faltar é a progesterona, assim essa paciente vivera sempre num estimulo de estrogênio, tornando fator de risco para patologias estrogênio-dependentes (mioma e endometriose)
  2. Qual patologia aumenta a produção das enzimas do complexo enzimático da 17hidroxilase- liases
    RI
  3. Qual a função da 5alfaredutase e qual medicação inibe-a?
    Age no pelo, transforma testosterona em dehidrotestosterona, que é a testosterona ativa no pelo, é a que dá espinha, acne, hirsuitismo.. a finasterida é o inibidor da 5Aredutase
  4. Onde a testosterona é produzida na mulher?
    • Ovário
    • SR
    • Periférico (fígado, tecido adiposo e músculo)
  5. Quais as funções do androgênio na mulher?
    • Bem estar físico
    • Perda de massa muscular 
    • Manutenção de massa óssea
    • Libido
    • Disposição física
  6. Qual enzima você pode dosar para saber se a menina tem deficiência de 21 hidroxilase? Qual será a sintomatologia?
    17 hidroxiprogesterona

    Amenorreia e androgenização
  7. Ovário e testículo produzem mineralo e glicocorticoide?
    Não, pois não possuem CYP21 e CYP11 hidroxilase, que são as responsáveis pela transformação da pregnilolona em cortisol.
  8. Quando a mulher tem virilização, o que eu doso?
    Testosterona, vai estar alta se for ovariana.

    S-DHEA, vai estar alta se for SR.

    OBS: androstenediona vem dos dois, então não tem valor para fins diagnósticos.
  9. Fale da realção anovulação, progesterona, corpo lúteo, primeira manifestação de uma anovulação e spots.
    Reflete um erro em alguma das partes do sistema, tanto no córtex quanto no hipotálamo-hipofise-ovario, é progressiva, as vezes nao é anovulatória direto, vai cursar com uma insuficiência lutea, é progressiva de acordo com o bloqueio da função, se tem por ex um bloqueio na secreção de gonadotrofina com diminuição da produção de estrogênio, nao precisa ser mto, ela vai conseguir produzir estrogênio, vai conseguir ter ovulação, porem o corpo luteo nao vai funcionar direito, nao vai conseguir ter corpo luteo suficiente pra manter uma gravidez, vai ter abortamento de repeticao por insuficiência lutea. É aquela mulher que tem uns escapes antes da menstruacao,  pq ela nao tem um corpo luteo bom, e é a P que mantem o endométrio estruturado para que cicle regularmente, qd nao tem uma P em quantidade suficiente pq nao teve a primeira fase do ciclo suficiente, vai ter escapes e sangramentos antes do período menstrual, isso vai refletir no ciclo menstrual, ela nao necessariamente para d menstruar, ela pode ter spots, polimenorreia, irregularidade na menstruacao, que seja reflexo nao de uma anovulação completa, mas de uma insuficiência lutea que talvez seja o primeiro sinal.
  10. Qual a evolução normal de uma amenorreia?
    Estrogênio diminuindo - Insuficiência lútea – anovulação – HUD – amenorreia.
  11. Quem regula o ciclo menstrual?
    Progesterona
  12. Quais as causas fisiopatológicas de anovulação?
    • Diminuição de folículos ou falta de resposta às gonadotrofinas;
    • Ovários normais sem estímulos à gonadotrofinas;
    • Estados hiperprolactinêmicos;
    • Hiperandrogenismo;
    • Defeito na secreção de gonadotrofina;
    • Produção de esteroides;
    • RI
  13. Cite a sequência fisiopatológica da anovulação a a partir da deficiência de FSH, em um caso de anovulação hiperandrogênica.
    Nao tem FSH> folículo nao cresce> nao ovula > nao tem P > o LH vai subir por falta de feedback negativo > estimula a produção de androgênio na teca >maior transformação de androgênio > nao tem aromatase pq n tem FSH pra transformar em estrogênio >vai ter predomínio de androgênio > no fígado, o androgênio diminui a produção das Ptns ligadoras dos hormônios sexuais (SHBG) que inativam o androgênio(quanto maior a quantidade de SHBG, menor a quantidade de androgênio livre, e vice versa) > na periferia, esse androgênio se transformar em testosterona e em estrona> vai ajudar o FSH a diminuir  = isso é o que acontece nos casos de anovulação hiperandrogenica.
  14. Como surge a imagem policística na USG?
    Com um aumento de LH, que age na teca, que fica hipertrófica  e os folículos nao crescem, logo a imagem ao US é de um ovário policístico.
  15. Como a hiperprolactinemia leva a anovulação?
    Paciente com hipotireoidismo, ela tem aumento de TRH, consequentemente libera a prolactina, e essa prolactina age na hipófise e no hipotálamo impedindo a secreção de gonadotrofina, e ela age no ovário estimulando a androgenização.
  16. Quais doenças podem levar a anovulação e consequentemente ao aspecto policístico?
    • Tumores ovarianos
    • Tumores de SR
    • Síndrome de Cushing
    • Hiperplasia congênita de SR
    • Hiperprolactinemia
    • Obesidade
  17. Quais são as 3 caracterísitcas de SOP, segundo Roterdãm?
    • Oligo ou anovulação
    • Sinais clínicos ou bioquímicos de anovulação
    • USG com ovários policísticos
  18. Como a resistência insulínica vai levar a anovulação?
    A  insulina entao, age no receptor de insulina ovariano e no receptor de IGF ovariano, e o q acontece qd ela age no receptor de IGF? Aumenta a acao da enzima que androgeniza e inibe a aromatase, fora isso ela age no fígado aumentando a produção de IGF1(que vai agir no ovário) e diminuindo a produção de IGBP1, aumentando o IGF1 livre.
  19. Quais as ações da insulina na anovulação e cite duas maneiras de diminuirmos a RI.
    ↓ IGFPB-1 e SHBG

    IGF-1 potencializa o efeito LH

    Ação da insulina intraovariana, aumentando a ação da 17beta redutase.
  20. Cite a tríade da Síndrome Hair An.
    • Hiperandrogenismo
    • Resistência insulínica
    • Acantose nigricans
  21. Qual a manifestação clinica marcadora de RI na anovulação?
    Acantose Nigricans.
  22. Cite dois testes de RI e seu valor de referência.
    HOMA

    LAP

    RI > ou igual a 34,5
  23. Qual o quadro clínico de uma anovulação?
    • -Infertilidade – 20 a 30% dos casos
    • -Hirsutismo
    • -HUD – hemorragia disfuncional
    • -Hiperplasia endometrial
    • -↑ incidência de cancer de mama na pós-menopausa
  24. Como fazer o diagnóstico de uma anovulação?
    • Clinico
    • Virilização – pesquisa tumor
    • Afaste hiperprolactinemia e hipertireoidismo
    • Afaste hiperplasia congênita de SR de manifestação tardia
    • Amenorréia – TP (Teste de Progesterona)
  25. Descreva o teste da progesterona e cite duas causas de ausência de estrogênio.
    A progesterona faz com que os receptores de estrogênios apareçam no endométrio. Se ela é uma paciente anovulatória, ela tem estrogênio, mas ele não age porque não tem progesterona para estimular o receptor. Quando se administra a progesterona, ela sangra pela ação do estrogênio no endométrio.

    Menopausa e tumor de hipófise com hiperprolactinemia.
  26. Cite 7 formas de tratar a anovulação.
    1. Apenas progesterona;

    2. ACO: substÂncia anti androgênica;

    3. Perder peso e metformina;

    4. CItrato de clomifeno, induz ovulação;

    5. Estrogênio;

    6. Corticoide;

    7. FSH exógeno.
  27. Como a prolactina age e qual a consequência clínica?
    A prolactina é secretado pela hipófise para a lactogenese, então qd ela esta amamentando a mae nao fica fértil,a prolactina inibe a liberação de FSH, inibindo os pulsos de GnRH, então ela fica hipoestrogenica e anovulatória
  28. Por que o paciente com hipotireoidismo tem pode apresentar anovulação?
    No hipotireoidismo, o TSH está alto. Devido ao aumento do fator liberador hipotalâmico do TSH que é o TRH, que também é liberador da prolactina. E a hiperprolactinemia bloqueia os pulsos de GnRH, diminuindo a produção FSH.
  29. Cite as consequências de uma hiperprolactinemia.
    • Anovulação
    • ↓ receptores de FSH
    • ↓ produção de 17β E2
    • Inibe pulsos de GnRH  >> leva a anovulação
    • ↓ receptores de FSH na granulosa
    • ↓ produção de estradiol
    • Promove luteinização inadequada
  30. Cite 5 fatores que estimulam a secreção de prolactina.
    • 1. TRH
    • 2. GnRH
    • 3. Serotonina
    • 4. Opioide
    • 5. Estrogênio
  31. Em um homem impotente, qual hormônio devo dosar e por que?
    A prolactina, é um hormônio antissexual, a pesquisa de diminuição de libido e impotência masculina tem que dosar, principalmente se toma fluoxetina, sertralina.
  32. Como devo conduzir um caso de hiperprolactinemia em uma paciente assintomática?
    Não devo fazer nada, por que provavelmente deverá ser ás custas da fração macro, que é biologicamente inativa mas é dosável; ao contrário da fração micro, que é biologicamente ativa, mas não é dosável.
  33. O que é o reflexo de Ferguson?
    • Auxilia na expulsão do feto.
    • Durante a parte final da gestação, o estrógeno placentário induz a formação de receptores para ocitocina no miométrio. Estudos indicam que quantidades significativas de ocitocina são liberadas com a entrada do feto no canal do parto pois a entrada do feto na cérvix estimula impulsos sensoriais pela via aferente na medula até o núcleo paraventricular no hipotálamo; a resposta da via eferente envolve o transporte de ocitocina da neurohipófise pelo sistema vascular até seus receptores no miométrio.
  34. Cite causas fisiológicas, medicamentosas e patológicas de hiperprolactinemia.
    • Fisiológica:
    • 1. Coito
    • 2. Estresse;
    • 3. Gravidez;
    • 4. Amamentação.

    • Medicamentosa:
    • 1. Alfa-Metildopa;
    • 2. Antidepressivos;
    • 3. Anfetaminas;
    • 4. Estrogênio.

    • Patológicas
    • 1. Prolactinomas
    • 2. IR (resistência insulínica)
    • 3. RDT (radioterapia)
    • 4. Hipotireoidismo
  35. Qual o QC de uma paciente com hiperprolactinemia?
    • Infertiliadade
    • Anovulação
    • Oligoespanomenorreia
    • Galadtorreia
  36. O que é oligoespanomenorreia?
    Pouca menstruação em um grande espaço de tempo.
  37. Como se dá o diagnóstico de uma hiperprolactinemia?
    Clínico e laboratorial (>100ng)
  38. Quais são as 6 causas em que devemos dosar a prolactina?
    • 1. Galactorreia
    • 2. Alteração de ciclos
    • 3. Diminuição da libido
    • 4. Infertilidade
    • 5. Impotência masculina
    • 6. Amenorreia
  39. Qual e como deve ser o tto para o paciente com hiperprolactinemia?
    Deve ser para vida toda.

    No caso de adenomas, o tto deve ser clínico.

    Em geral, se utiliza agonistas dopaminérgicos, como carbegolina.
  40. Qual a manifestação clínica e enzima envolvida no hirsutismo e acne?
    Anovulação

    5alfaredutase
  41. Qual as 4 principais etiologias do hirsutismo e acne?
    • 1. Anovulação
    • 2. Idiopática
    • 3. Medicamentosa
    • 4. Tumor
  42. Onde a testosterona é produzida e onde ela não é produzida?
    É produzida no ovário e perifericamente;

    Não é produzida na SR.
  43. Qual deve ser a propedêutica de um caso de hirsutismo ou acne?
    • Dosar:
    • 1. Testosterona
    • 2. SDHEA
    • 3. 17OHP
    • 4. PRL
    • 5. TSH
  44. Qual o objetivo do tto de hirsutismo e acne? QUal medicação devemos utilizar?
    • 1. Diminuir o androgênio circulante;
    • 2. Aumentar o SHBG;
    • 3. Diminuir a 5alfa redutase
    • 4. Diminuir a transformação de T em DHT

    • Medicação: qualquer aniandrogênico
    • 1. ACO;
    • 2. Citrato de clomifeno;
    • 3. Diane 35;
    • 4. Espironolactona;
    • 5. Fiansterida;
    • 6. Eletrólise.
  45. Qual o conceito de amenorreia?
    Mais de 3 ciclos sem menstruar.
  46. Distingua amenorreia primária da secundária.
    Primária: a mulher nunca menstruou na vida.

    Secundária: a mulher já menstruou mas parou de menstruar.
  47. Cite 5 tópicos importantes que devem ser investigados no caso de amenorreia.
    • 1. Trajeto;
    • 2. Endométrio;
    • 3. Produção de estrogênio;
    • 4. Gonadotrofinas;
    • 5. Hipófise e hipotálamo.
  48. Descreva como devemos realizar o teste da progesterona.
    Dá um comprimido de progesterona por 7 dias ou pílula do dia seguinte. 

    Qualquer gota de sangue já é considerado positivo.
  49. Cite todos os passos da investigação de uma amenorreia.
    • : TSH e PRL;
    • : Teste da progesterona;
    • : FSH;
    • : GnRH.
  50. Quais as conclusões possíveis de um teste de progesterona positivo?
    • 1. Não está grávida;
    • 2. Trajeto pérvio;
    • 3. Endométrio responsivo;
    • 4. Ovários produtores de estrogênio sob estímulo das gonadotrofinas.
  51. Qual a principal causa de hipogonadismo hipergonadotrófico?
    Menopausa!!!!!!!!!!
  52. O que é a Síndrome de Kallman?
    Causa hipotalâmica;

    HIpogonadismo hipogonadotrófico.
  53. O que é a Síndrome de Shehan?
    Causa hipofisária.

    Panhipopituitarismo. É a necrose da glândula pituitária decorrente de uma complicação hemorrágica pós-parto
  54. O que é a Síndrome de Savage?
    Causa ovariana.

    Hipogonadismo hipergonadotrófico.
  55. O que é a Rokitansky-Kuster-Hauser?
    Falha na fusão dos ductos de Muller que tem 2cm de vagina. Não tem útero nem vagina, só tem os ovários. Corrige com uma cirurgia de neovagina.
  56. Cite 3 causas ovarianas de amenorreia.
    • Disgenesia gonadal
    • Síndrome de Savage
    • Falência ovariana prematura
  57. Cite 3 causas uterinas e do TGI de amenorreia.
    • 1. Síndrome de Rokitansky-Kuster-Hauser
    • 2. Septo vaginal
    • 3. Hímen imperfurado

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview