Ginecologia

Card Set Information

Author:
Anonymous
ID:
298903
Filename:
Ginecologia
Updated:
2015-03-22 12:21:02
Tags:
Assistência ao Parto PArtograma
Folders:

Description:
Assistência ao Parto e Partograma
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user Anonymous on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. Qual a diferença entre as primíparas e multíparas em relação ao apagamento do colo?
    As primíparas apagam o colo primeiro e depois dilatam. Nas multíparas, isso é invertido, tem colo grosso.
  2. Qual a causa mais importante de sepse neonatal?
    EGB
  3. Quais os fatores que devemos considerar para tratarmos uma gestante com EGB?
    Parto prematuro – profilaxia sempre!!!Menos se cultura realizada em 5 semanas

    Aminorexe prematura por mais de 18 horas

    Historia de RN anterior com a patologia

    Febre durante o trabalho de parto

    Bacteriúria por EGB durante a gestação -  se ela teve uma infecção urinaria com cultura positiva
  4. Como deve ser o tratamento para uma gestante com EGB?
    Penicilina G Cristalina – 5 milhoes de U EV de ataque e 2,5 milhões de UI EV a cada 4 horas

    Ampicilina 2,0g EV ataque e 1,0g EV a cada 4 horas

    São necessárias pelo menos 2 doses de ATB com intervalo de 4 horas até o parto!!
  5. O que um cardiotocógrafo avalia?
    Frequência cardíaca fetal

    Contrações uterinas
  6. Quando e em quais situações se dá a amniotomia?
    PRECOCE <6cm (parto distócico)

    OPORTUNA – 6 a 8 cm

    TARDIA >8cm (HIV+, hep B), importante que seja tardia para evitar contaminação.
  7. Quais os períodos clínicos do parto?
    • 1. Dilatação (fase ativa)
    • 2. Expulsão (período pélvico)
    • 3. Dequitação ou secundamento
    • 4. Acessório ou 4º período ou Greenberg
  8. V ou F: as lacerações do períneo são causas importantes de hemorragia.
    Verdadeiro
  9. Quando devemos iniciar o preenchimento do partograma?
    Após 3 cm de dilatação.
  10. O que devemos avaliar ao toque no trabalho de parto?
    • Condições cervicais
    • Variedade de posição
    • Altura de apresentação
    • Aspecto do Liquido amniótico
  11. Fale sobre analgesia peridural durante o trabalho de parto.
    Deve ser feita com 5-7 cm, de preferência, para evitar que a paciente perca força; membranas rotas e insinuação completa – a analgesia peridural geralmente faz com que precise usar fórcipe para auxiliar o parto. A paciente perde um pouco da força, e o período expulsivo será prolongado.
  12. A expulsão não deve exceder 1 hora nas primíparas e 40 minutos nas multíparas. V ou F?
    Verdadeiro.
  13. Qual a região anatômica em que é feita a episiotomia?
    MLD.
  14. Quais as 3 indicações para episiotomia?
    • Sofrimento fetal (prematuro)
    • Progresso insuficiente do parto
    • Lesão iminente de 3º grau do períneo
  15. Cite as 4 lesões possíveis do períneo.
    Lesão perineal de 1º grau: pele e mucosa

    2º grau: músculos e fáscias perineais – episiotomia entra aqui, é uma lesão de 2º grau!!!!!

    3º grau: esfíncter anal

    4º grau: lesão de mucosa retal
  16. Quais músculos são cortados na episiotomia?
    • Bulbo cavernoso
    • Transverso superficial do períneo
    • algumas fibras do elevador do anus.
  17. Descreva a função e a manobra de Ritgen.
    Ela consiste na proteção do períneo, através de preensão do mesmo por parte do médico utilizando uma de suas mãos com a ajuda de uma compressa. A outra mão deve ser utilizada para sustentar o occipto do bebê.
  18. Quais os cuidados que demos ter na hora da expulsão?
    Evitar lesão de períneo, plexo braquial (paralisia de Erb-Duchenne) e clavícula.
  19. Qual o tipo placentário que é face materna e sangra mais?
    Baudelocque Duncan
  20. V ou F: Quanto mais prematuro o neném, mais risco de ficar restos placentários intrauterinos, sendo sempre bom realizar curagem/curetagem.
    Verdadeiro.
  21. Qual o sinal de descolamento da placenta?
    Sinal de Schroeder – útero globoso, acima do umbigo e lateralizado a Direita.
  22. Quais os sinais de descida placentária?
    Manobra de Kustner

    Sinal de Fabre ou do Pescador

    Sinal de Ahifeld
  23. Quais as manobras de assistência ao secundamento?
    • Jacob Dublin
    • Manobra de Freund
    • Manobra de Harvey
    • Manobra de Credé
  24. Quais as 4 fases de estabilização da hemorragia placentária?
    • Miotamponagem (ligaduras vivas)
    • Trombotamponagem
    • Indiferença miouterina
    • Contração uterina fixa (Globo de segurança de Pinnard)
  25. Cite 5 aspectos que o Partograma ajudou a reduzir.
    • Redução da mortalidade materna
    • Redução do TP prolongado
    • Redução da taxa de cesariana
    • Redução de hemorragias pós parto
    • Redução de rotura uterina
  26. Quais as informações que você pode obter através de um partograma?
    • Tempo em que foi feito o toque
    • Dilatação cervical
    • Variedade de posição
    • Planos de de Lee e Hodge
    • Apagamento cervical
    • Número de contrações em 10 minutos
    • Duração das contrações
    • BCF antes, durante e após as contrações uterinas
    • Membranas
    • Mecônio
  27. Quais os 3 estágios da fase ativa?
    • Fase de aceleração
    • Fase de inclinação máxima
    • Fase de desaceleração
  28. Quando ocorre o verdadeiro trabalho de parto?
    Contrações regulares de maior duração com maior intensidade e desconforto (costas e abdome)

    Dilatação cervical presente
  29. Quais as 3 fases do trabalho de parto de Friedman?
    Fase latente, fase ativa e fase pélvica
  30. Fase ativa prolongada?
    É uma distócia motor ou seja, funcional, e cursa contrações deficientes e e dilatação cervical lenta.
  31. Parada secundária de dilatação?
    • Em geral, em uma DCP
    • Quando DCP absoluta, indica cesárea.
    • DCP relativa → deambulação, rotura artificial de membranas, analgesia peridural
  32. Parto precipitado?
    • Menor que 4 horas
    • Espontâneo: primíparas
    • Iatrogênico: ocitocina aumenta
    • Iatrogenia → suspender ocitócicos
    • Também é uma distocia funcional
  33. Período pélvico prolongado?
    • Dilatação completa
    • Contrações deficientes – falta motor
    • Posição verticalizada → ocitocina, amniotomia, fórcipe, vácuo extrator
  34. Parada secundária de dilatação?
    Dilatação completa

    DCP absoluta → cesárea

    DCP relativa → fórcipe de alivio, vácuo extrator, fórcipe de rotação
  35. Quais as duas complicações da distócia funcional?
    Parto precipitado ou prolongado
  36. Qual a conduta na polissistolia?
    • Afastar DCP
    • Afastar administração iatrogenica de ocitocina
    • Correção do decubito de partiurente
    • Romper membranas
    • Considerar uso de uteroliticos

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview