Clínica Médica

Card Set Information

Author:
Roney1000
ID:
299359
Filename:
Clínica Médica
Updated:
2015-03-28 13:50:39
Tags:
Lúpus
Folders:

Description:
Lúpus
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user Roney1000 on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. Qual a etiopatogenia do Lúpus?
    Predisposição genética

    Fatores ambientais

    Fatores hormonais
  2. Cite todos os anticorpos do Lúpus e seus respectivos achados clínicos.
    1. dsDNA: nefrite, anemia hemolítica, febre e atividade da doença

    2. ssDNA: lúpus idiopático

    3. Histonas: lúpus idiopático e induzido por medicamentos

    4. Nucleossomo: diagnóstico do LES

    5. Ro/SSA e La/SSB: lúpus cutâneo subagudo, lúpus neonatal, síndrome seca, fotossensibilidade

    6. Sm: diagnóstico de LES

    7. RNP: DMTC e LES benigno

    8. U1RNP: Lúpus neonatal com bloqueio cardíaco congênito, fenômeno de Reynaud, miosite e linfadenomegalia

    9. P ribossomal: alterações neuropsiquiátricas

    10. Anti PCNA: diagnóstico de LES

    11. Anti Ku: LES, dermatopolimiosite, esclerose sistêmica
  3. Como podemos classificar as manifestações clínicas do Lúpus cutâneo?
    Lúpus cutâneo agudo

    Lúpus cutâneo subagudo

    Lúpus cutâneo crônico
  4. CIte duas caracterísiticas importantes das manifestações articulares do lúpus.
    Não cursa com erosões ósseas.

    As deformidades articulares, quando ocorrem, são reversíveis, denominada artropatia de Jaccoud.
  5. Quais as manifestações hematológicas do lúpus?
    • Anemia
    • - normo/normo, de doença crônica
    • - Hemolítica (<15%) auto-imune, mais grave

    Leucopenia, linfopenia

    Plaquetopenia

    Pancitopenia: aplasia de medula?? (ciclofosfamida eazatioprina)
  6. Cite 5 pontos importantes das manifestações renais no lúpus.
    1. proteinúria>500mg/24h

    2. cilindrúria

    3. aumento da creatinina

    4. Diagnóstico histológico:biópsia renal com imunofluoresceína

    5. Pior prognóstico é classe 4
  7. Qual a classificação da glomerulonefrite lúpica?
    1. GN mesangial mínima

    2. GN mesangial proliferativa

    3. GN focal

    4. GN difusa

    5. GN membranosa

    6. GN esclerosante avançada
  8. Quais as síndromes neuropsiquiátricas relacionadas ao LES?
    • SNC
    • 1. Estado confusional agudo
    • 2. Distúrbios cognitivos
    • 3. Psicose
    • 4. Desordens de humor
    • 5. Desordens de ansiedade
    • 6. Cefaléia
    • 7. Doença cerebrovascular
    • 8. Mielopatia
    • 9. Desordens do movimento
    • 10. Síndromes desmielinizantes
    • 11. Convulsões
    • 12. Meningite asséptica

    • SNP
    • 1. Neuropatia craniana
    • 2. Polineuropatia
    • 3. Plexopatia
    • 4. Mononeuropatia simples/múltipla
    • 5. Polirradiculoneuropatia inflamatória aguda (Guillain-Barré)
    • 6. Desordens autonômicas
    • 7. Miastenia grave
  9. Quais as manifestações pulmonares e cardiológicas do LES?
    • 1. Pneumonite aguda lúpica
    • 2. Pleurite com derrame pleural
    • 3. Miocardite / Endocardite de Libman-Sacks
    • 4. Pericardite com derrame pericárdico
    • 5. Dislipidemias, HAS
  10. Quais os critérios para classificar o Lúpus?
    1. Eritema malar: lesão eritematosa fixa em região malar, plana ou em relevo.

    • 2. Lesão discóide: lesão eritematosa, infiltrada, com escamas queratóticas
    • aderidas e tampões foliculares, que evolui com cicatriz atrófica e discromia.

    • 3. Fotossensibilidade: exantema cutâneo como reação não-usual à exposição
    • à luz solar, de acordo com a história do paciente ou observado pelo
    • médico.

    • 4. Úlceras orais/nasais: úlceras orais ou nasofaríngeas, usualmente indolores,
    • observadas pelo médico.

    • 5. Artrite: não-erosiva envolvendo duas ou mais articulações periféricas,
    • caracterizadas por dor e edema ou derrame articular.

    • 6. Serosite: pleuris (caracterizada por história convincente de dor pleurítica,
    • atrito auscultado pelo médico ou evidência de derrame pleural) ou pericardite
    • (documentado por eletrocardiograma, atrito ou evidência de derrame
    • pericárdico).

    • 7. Comprometimento renal: proteinúria persistente (> 0,5 g/dia ou 3+) ou
    • cilindrúria anormal.

    • 8. Alterações neurológicas: convulsão (na ausência de outra causa) ou
    • psicose (na ausência de outra causa).

    • 9. Alterações hematológicas: anemia hemolítica ou leucopenia (menor que
    • 4.000/mm3
    • em duas ou mais ocasiões) ou linfopenia (menor que 1.500/mm3
    • em duas ou mais ocasiões) ou plaquetopenia (menor que 100.000/mm3
    • na ausência de outra causa).

    • 10. Alterações imunológicas: anticorpo anti-DNA nativo ou anti-Sm ou presença de anticorpo antifosfolípide com base em:
    • a) níveis anormais de IgG ou IgM anticardiolipina;
    • b) teste positivo para anticoagulante lúpico; ou
    • c) teste falso-positivo para sífilis, por, no mínimo, seis meses.

    • 11. Anticorpos antinucleares: título anormal de anticorpo antinuclear por
    • imunofluorescência indireta ou método equivalente, em qualquer época, e na
    • ausência de drogas conhecidas por estarem associadas à síndrome do lúpus
    • induzido por drogas.
  11. Cite os critérios do SILCC para classificação do lúpus 2012.
    • Critérios clínicos
    • 1. Lúpus cutâneo agudo: eritema malar, lúpus bolhoso, variante necrólise
    • epidérmica tóxica, eritema maculopapular, eritema fotossensível na ausência
    • de dermatomiosite ou lúpus cutâneo subagudo

    • 2. Lúpus cutâneo crônico: eritema discóide clássico, lúpus hipertrófico, paniculite
    • lúpica, lúpus de mucosa, lúpus eritematoso tumidus, chillblains lupus,
    • sobreposição lúpus discóide e líquen plano

    3. Úlceras orais ou nasais

    • 4. Alopecia não cicatricial (rarefação difusa ou fragilidade capilar com cabelos
    • quebradiços)

    • 5. Sinovite envolvendo 2 ou mais articulações, caracterizada por edema ou dor
    • articular em 2 ou mais articulações e rigidez matinal de pelo menos 30 minutos

    • 6. Serosite: pleurisia típica por mais de 1 dia ou derrame pleural ou atrito pleural;
    • dor pericárdica típica por mais de 1 dia ou derrame pericárdico ou atrito
    • pericárdico ou pericardite pelo ECG

    • 7. Renal: razão proteína/creatinina urinária em amostra isolada ou proteinúria de
    • 24 horas, representando 0,5g/24h ou cilindros hemáticos

    • 8. Neurológico: convulsão, psicose, mononeurite multiplex, mielite, neuropatia
    • craniana ou periférica, estado confusional agudo

    9. Anemia hemolítica

    10. Leucopenia (<4000/mm3) ou linfopenia (<1000/mm3)

    11. Trombocitopenia (<100000/mm3)

    • Critérios imunológicos
    • 12. Anticorpo antinúcleo

    13. Anti-dsDNA

    14. Anti-Sm

    • 15. Anticorpo antifosfolípide positivo: anticoagulante lúpico, resultado falso positivo
    • para reagina plasmática rápida, anticardiolipina em níveis médios ou altos (IgA, IgM ou IgG), teste positivo para antiβ2glicoproteína I (IgA, IgM ou IgG)

    16. Complemento baixo: C3, C4 ou CH50

    17. Teste de Coombs direto positivo (na ausência de anemia hemolítica)
  12. Qual o tratamento do LES?
    • Medidas gerais
    • 1. Educação

    2. Apoio psicológico

    3. Atividade física

    4. Dieta

    5. Proteção

    6. Evitar tabagismo, dentre outros fatores

    • Farmacológico
    • 1. Hidroxicloroquina

    2. Corticóide

    3. Metotrexato

    4. Imunossupressores

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview