constitucional II-5

Card Set Information

Author:
carloselopes
ID:
88090
Filename:
constitucional II-5
Updated:
2011-05-27 19:08:19
Tags:
stj
Folders:

Description:
perguntas aula constitucional II-5
Show Answers:

Home > Flashcards > Print Preview

The flashcards below were created by user carloselopes on FreezingBlue Flashcards. What would you like to do?


  1. Qual a competência do STJ?
    • SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA
    • É inovação da CF/88.
    • Por volta de 1965/1966, o prof. José Afonso da Silva defendeu a criação de um tribunal que uniformizasse a jurisprudência.
    • Até 1988, existia o Tribunal Federal de Recursos.
    • Com a CF/88 foi criado o STJ com o objetivo de uniformizar as jurisprudências da justiça estadual e federal. A uniformização é importante porque traz a segurança jurídica.
    • As decisões dos tribunais de justiça devem se estabilizar dentro do território do próprio estado, essa é uma das características do Pacto Federativo.
    • Somente se retira as decisões dos estados por meio dos recursos extraordinários [gênero], do qual são espécies o REsp [STJ] e RE [STF].
    • O STJ é composto de no mínimo de 33 ministros, não há um número fixo, pode ser aumentado por meio de proposta de emenda à CF/88. Isso depende do número de processos e da população.
    • Requisitos para ser ministro do STJ: art. 104, CF/88.
    • a) Brasileiro nato e naturalizado.
    • b) Idade mínima: 35 anos; idade máxima: 65 anos.
    • c) Notável conhecimento jurídico.
    • d) Reputação idônea.
    • A escolha dos ministros é vinculada a categorias:
    • a) 1/3 desembargadores TRF = 11 - O Presidente do STJ oficia aos Tribunais Federais, que farão lista sêxtupla, e o STJ forma lista tríplice e o Presidente da República escolhe um.
    • b) 1/3 desembargadores TJ = 11 - O Presidente do STJ oficia aos Tribunais de Justiça, que farão lista sêxtupla, e o STJ forma lista tríplice e o Presidente da República escolhe um.
    • c) 1/3 OAB e MP [MPF e MPE] = 5 para cada um e o 11º, alternadamente. A OAB manda lista sêxtupla para o STJ, que reduzirá para 3 e o Presidente da República escolhe um e o Senado federal deverá aprová-lo por maioria absoluta de votos. Para o MP, também há lista sêxtupla, O STJ reduz a 3, o Presidente escolhe um que deverá ser aprovado pelo Senado por maioria absoluta de votos.
    • Em caso de vacância [morte/aposentadoria], a vaga será preenchida pela mesma categoria do ocupante originário.
  2. Quantos TRFs existem?
    • JUSTIÇA COMUM FEDERAL
    • São cinco TRF’s.
    • Até 1988 não existiam TRF’s. Até esse ano o 2º grau de jurisdição era o próprio Tribunal Federal de Recursos.
    • É possível a criação de mais TRF’s, a depender do volume de processos e da população.
    • TRF 1ª REGIÃO: Sede – Brasília + 14 estados da Federação – todos os estados do Norte, Centro-Oeste (menos MS), MG, BA, MA e PI.
    • TRF 2ª REGIÃO: Sede – Rio de Janeiro – estados do RJ e ES.
    • TRF 3ª REGIAO: Sede – São Paulo – estados de SP e MS.
    • TRF 4ª região: Sede – Porto Alegre – estados RS, SC, PR
    • TRF 5ª REGIÃO: Sede – Recife + estados do NE (menos BA, MA e PI)
    • Cada Estado é uma Seção Judiciária Federal, não existem comarcas.
    • A seção judiciária federal pode ser dividida em subseção.
    • Ex: Seção de São Paulo – subseção da Capital, Taubaté.
    • Cada TRF deve ter ao menos 7 desembargadores federais.
    • 1º GRAU DE JURISDIÇÃO DA JUSTIÇA FEDERAL: Juízes Federais
    • A Lei 5.010/66 criou a Justiça Federal em 1º grau de jurisdição.
    • Até 1988, o Presidente nomeava os juízes federais.
    • O concurso para juiz federal é regional, cada TRF faz o seu. Já o MPF é concurso nacional.
    • A Justiça Federal no 1º grau de jurisdição não possui entrância. São promovidos aos TRF’s por antiguidade ou por merecimento, por meio de uma lista feita pelo Tribunal, mas a escolha é do Presidente da República.
    • Ingressa na carreira como juiz substituto.
  3. Como é a justiça comum e a eleitoral?
    • JUSTIÇA COMUM ESTADUAL
    • Art. 25, CF/88 – poder de auto-organização e auto-constituição dos estados-membros.
    • Por consequência desse poder, os estados têm direito a autoridades próprias.
    • São 27 TJ’s – um por estado + um do DF
    • Idade mínima para desembargador: 30 anos.
    • Composição mínima: 7 desembargadores – varia de acordo com o volume dos processos e da população.
    • 1º GRAU DE JURISDIÇÃO DA JUSTIÇA ESTADUAL: juiz de direito
    • Comarca é a divisão territorial da Justiça Estadual.
    • As comarcas são divididas em entrâncias de acordo com a Lei de Organização Judiciária Estadual.
    • JUSTIÇA ESPECIALIZADA ELEITORAL
    • São 3 as justiças especiais: eleitoral, trabalhista e militar.
    • Regras para a Justiça Eleitoral:
    • a) A Justiça Eleitoral é uma justiça federal especializada. A única justiça especial que o estado pode criar é a militar. Todos que exercem suas funções na justiça especializada federal eleitoral são servidores públicos federais para fins penais – art. 327, CP.
    • b) No Brasil, não existem juízes eleitorais exclusivos. A justiça eleitoral não possui quadro próprio de juízes.

What would you like to do?

Home > Flashcards > Print Preview